Tag

comida caseira

Browsing
Booooooooom dia!
Hoje deixo-vos uma receita vegan, assim, cedinho, para poderem ter tempo de encontrar os ingredientes que vos faltam, ainda antes de regressarem a casa.
Ingredientes (2 pessoas):
– 1 chávena de cotovelinhos (ou outra massa a gosto – podem usar sem glúten)
– 1 chávena de ervilhas
– 1 colher de sopa de azeite
– 1/2 cebola picada
– 1 dente de alho picado
– 1 folha de louro
– 1 colher de café de paprika
– 1/2 tomate picado
– 1 cenoura ralada
– 1 colher de sopa de farinha de milho
– 220ml bebida vegetal a gosto (sem adição de açúcar)
– q.b. salsa picada
– 1 fatia de queijo magro ralado
Programei o forno a 190 graus.
Cozi a massa de acordo com as instruções e reservei.
Coloquei num tacho o azeite, a cebola, o alho, o louro e a paprika.
Levei ao lume e assim que a cebola ficou translúcida juntei o tomate e a farinha. Mexi, em lume brando, até a farinha estar cozinhada e adicionei a bebida vegetal aos poucos, mexendo sempre.
Assim que ficou mais consistente, juntei a cenoura, as ervilhas e salsa picada.
Dispus num recipiente de ir ao forno a massa e, por cima, a mistura de ervilhas.
Polvilhei com queijo e levei ao forno cerca de 20 minutos (ou até ficar a gosto).
Like it?

– Mãe, as pessoas estão a pedir a receita do nosso lanche de ontem… Dás-me, por favor?

– Óh 𝘼𝙣𝙖, Maizena é Maizena. Não tem nada que saber. Eu faço a olho. Por exemplo, vá, para meio litro de “leite” uso 2 colheres de sopa de Maizena e um bocadinho de açúcar. E não olhes para mim assim, usei meia colher de sopa para dois pratos. Mas eu e tu lanchámos “bem”, dava para 4 pessoas. Não achas?
Agora, atenção – dizia a minha loirinha de olhos amendoados bem abertos e com o indicador levantado – mistura-se tudo frio! Depois junta-se casca de limão ou de laranja e pau de canela e só então vai ao lume. Tem que se mexer bem para não ficar com grumos. Eu até mexo com aquela coisa, sabes? (Falava do fouet.) E ponho um mantra no telemóvel, enquanto canto vou mexendo. (É uma espécie de meditação). No final polvilha-se com canela e está pronto. Vês? Simples.

Agora eu: sim, é simples. E sabe a casa. 

Aqui fica mais uma receita vegan das boas, com o toque da mãe Bravo!

Cebola e alho picados entram num tacho com azeite e louro. Assim que a cebola fica translúcida juntamos pedaços de tomate e pouco depois a couve cortada, as cenouras em rodelas, curgete… Os legumes que tiverem. Deixa-se cozinhar, para tal, sem pre que necessário, vamos acrescentando pequeninas quantidades de água já quente. Quando os legumes estão quase cozidos juntamos o feijão e deixamos apurar, em lume brando. É então que entra a malagueta e corrigimos os temperos.

Aqui fica a receita tão simples da “esmagada” da avó Julieta. Um prato preparado em dois passos, que traz memórias felizes e aconchega a alma.

Podem ver o vídeo completo no Canal Nutrição com Coração do Jornal de Notícias e a receita escrita fica aqui:

Ingredientes:
– 3 ou 4 batatas
– 1/2 couve
– 1 colher de sopa de azeite
– 1 colher de sobremesa de vinagre

Cozem-se as couves juntamente com as batatas, escorrem-se bem e esmagam-se, adicionando azeite e vinagre e mexendo com amor!

Boooooooom diiiiiiiiiiia!

Este fim-de-semana foi cheio de amor, entre a chegada da avó Bravo ao Porto e a segunda comunhão da minha sobrinha e afilhada, em Trás-os-Montes.

Para receber a avó na sua nova casa, queríamos preparar um bolo e eu queria provar que entre a versão mais comum, preparada com açúcar e a versão mais saudável, preparada com maçã, a diferença de sabor não era grande e justificava claramente a melhoria nutricional e calórica.

Quando fui para a cozinha, o objectivo era “apenas” reduzir a quantidade de açúcar refinado, mas ao preparar a receita percebi que além do açúcar poderia reduzir bastante a gordura, usando o tal puré de maçã.

Este é o motivo da diferença calórica entre os dois bolos que vos apresento na imagem: o que tem puré de maçã, não tem adição de açúcar refinado e pela textura que permite obter, ajuda a reduzir também a quantidade de gordura, – o azeite (como quase sempre) – que passa de 3 colheres de sopa a apenas 1.

Vamos às receitas: irmã Bravo vs nutri Bravo:

Versão da mana Bravo:

– 1 ovo
– 3 colheres de sopa de azeite
– 4 colheres de sopa de açúcar
– q.b. raspa de laranja
– 5 colheres de sopa (rasas) de farinha com fermento
– 4 colheres de sopa de sumo de laranja

Bateu o ovo com o açúcar, adicionou o azeite, o sumo e a raspa de laranja e, por fim, envolveu a farinha.
Pode cozinhar no microondas, numa caneca untada, na potência máxima, cerca de 3 minutos, ou no forno a 180 graus cerca de 25 minutos (basta fazer o teste do palito).

Composição Nutricional:
724,1 kcal
11,2g proteína
36,5g gordura
87,7g hidratos de carbono

Minha versão:

os mesmos ingredientes, mas
– 1 colher de sopa de azeite
– 5 colheres de de puré de maçã em vez de açúcar

Bati o ovo com o puré de maçã (que preparei cozendo 3 maçãs descascadas, em pedaços, com um pouco de água e transformando em puré com uma varinha mágica), adicionei o azeite, o sumo e a raspa de laranja e por fim envolvi a farinha.
Pode cozinhar da mesma forma que a receita anterior .

Composição Nutricional:
400,8kcal
11,2g proteína
19,2g gordura
45,8g hidratos de carbono