Category

Sopas

Category

Olá, gente boa! 

E porque não despertar com a receita de um caldinho bem quente e nutritivo?

Presenteio-vos com aromas transmontanos, mesclados numa SOPA que aquece o coração e pode servir como jantar. Sim, tem a proteína do feijão e se quiserem podem acrescentar 1 ovo picado ou comer queijo fresco…

Deixo a receita:

 1 nabo grande

 200g feijão vermelho cozido

 1 couve flor pequeno

 2 cenouras

 2 cebolas

 q.b. azeite para servir

Lavei os legumes, descasquei as cebolas, as cenouras e o nabo.
Num tacho, cobri com água, a couve flor, a cebola, 3/4 do nabo e o feijão (reservei cerca de 50g para adcionar inteiro, no final).
Deixei cozinhar em lume brando e transformei em puré (ajuste a consistência com água, para ficar ao seu gosto).
Entretanto cortei o restante nabo e a cenoura em cubos pequenos, que adicionei ao puré deixando cozinhar mais alguns minutos. Antes de desligar envolvi o feijão reservado.
Servi com um fio de azeite (não mais de 1 colher de chá por pessoa!).

O que acham deste CALDO TRANSMONTANO?

O prometido é devido. Deixo-vos a minha proposta de jantar vegetariano para a noite de hoje: caldo à Nutrição com Coração (caldo verde com “topping” de cubinhos de nabo e/ou grão-de-bico) servido com fatias de broa com tofu e pimentos.

O que acham? É uma sugestão Bio & Natural do EL Corte Ingles.

Ingredientes (2 pessoas)

1/2 couve flor

1/2 curgete

2 cebolas

3/4 pimento vermelho

2 dentes de alho

2 colheres de sopa de grão-de-bico cozido

1/2 nabo

2 chávenas couve galega cegada

q.b. águaq.b. piri-piri (opcional)

1 folha de louro

1 colher de café de curcuma

1 colher de sopa de azeite

q.b. azeite

2 fatias de broa de milho

4 fatias de tofu


Lavei os legumes e coloquei num tacho a couve flor, a curgete e meia cebola, em pedaços. Cobri com água e levei ao lume até os legumes cozinharem. Passei com a varinha mágica e envolvi a curcuma.

Cortei o pimento em pedaços, a restante cebola (uma e meia) em meias luas e um dente de alho em rodelas finas. Coloquei todos num wok com uma colher de sopa de azeite, uma folha de louro e piri-piri a gosto. Deixei cozinhar até a cebola ficar mole e ganhar cor. Adicionei o tofu e deixei cozinhar mais 10 minutos (virando algumas vezes). Rejeitei a folha de louro e servi por cima da broa.

Descasquei e cortei o nabo em cubos pequenos que cozi a vapor (aproveitando a panela onde cozinhavam os legumes do caldo). Depois tostei-os numa frigideira antiaderente para que ganhassem cor e ficassem crocantes. Servi o caldo com os croutons de nabo, azeite com alho picado, a broa com o tofu de cebolada, grão-de-bico e couve galega cozidos.

Assim, cada um coloca os toppings que mais gosta!

Olá meus amores!

Sirvo-vos esta sopa aveludada, cheia de vitaminas, minerais, fibra e proteína, também para vos alertar para o seguinte: devem usar azeite apenas no vosso prato, em cru e não adicioná-lo durante a preparação da sopa. E com este propósito, quer para completar a refeição com a melhor gordura, quer para satisfazer o nosso prazer sensorial, não há melhor que o Aza Azeites Vitae. Tem um teor de antioxidantes muito superior a qualquer outro, nível mundial e é nosso, português! O consumo diário de 20 gr deste azeite, reduz a oxidação do LDL (Mau Colesterol), ou seja, reduz de forma significativa a deposição de gorduras nas nossas artérias, protegendo o nosso sistema circulatório e reduzindo assim o risco de doenças do foro cardiovascular. É produzido através de um processo patenteado, exclusivamente mecânico, e resulta da colaboração da Azal Azeites com a empresa Zeyton Nutraceuticals. É único no mundo!

Não previa fazer um post tão longo, mas de facto este produto merece que tudo seja descrito.

Se quiserem mais informações sobre este produto veja os contactos AQUI .

Ingredientes (1 pessoa)

1 chávena de couve-flor em pedaços

1 chávena de abóbora em cubos

1/2 cebola

2 colheres de sopa de grão-de-bico cozido

2 colheres de chá de azeite Azal Vitae

q.b. orégãos

q.b. noz moscada

q.b. curcuma

q.b. salsa picada (ou outra erva a gosto)

Num tacho levei ao lume a couve flor, a abóbora e a cebola. Depois de cozinhar, escorri (mas reservei alguma da água). Transformei em puré e acertei a consistência com a água reservada.

Entretanto, programei o forno nos 190 graus.

Numa taça misturei o grão-de-bico com 1 colher de chá de azeite, os orégãos, a noz moscada e a curcuma. Levei ao forno num tabuleiro forrado com papel vegetal, cerca de 15 minutos (ou até o grão tostar e ficar crocante).

Servi o creme de couve-flor com o grão, o restante azeite e salsa picada.

ResponderEncaminhar

Nesta altura já só apetece comidinha da terra, sem embalagem, aquela que se descasca em vez de se desembrulhar, não é? Aliás, a Mãe Natureza cria as embalagens mais perfeitas, a fruta e os legumes são tão bonitos!
Deixo-vos uma receita simples, que hoje fez as delícias das Bravas: sopa de batata doce e couve flor.

Ingredientes (1 pessoa)

-1/4 cebola

– 1/2 batata doce

– 1 taça de couve flor em pedaços 

– qb pepino

– qb rabanetes

– qb sementes de cânhamo 


Num tacho coloquei a batata doce, a couve flor e a cebola em pedaços, cobri com (pouca ) água, deixei cozer e então passei com a varinha mágica. 
Os olhos também comem e também por isso, a antes de servir, coloquei sobre o creme pepino, rabanete e sementes de cânhamo.