Author

Ana Bravo

Browsing

Este bacalhau tem as cores, os aromas e os sabores do Outono.

A receita é muito simples, porém deliciosa! Aqui fica.

Bacalhau de Outono (2 pessoas)

220g lombo bacalhau Riberalves

1 colher de sopa de azeite

1 dente de alho1 folha de louro

q.b. malagueta (opcional)

q.b. tomilho

1 colher de café de paprika

1/2 limão (sumo)

3 cebolas pequenas

1 marmelo

1/2 maçã reineta

1 cenoura

q.b. ervilhas cozidas

q.b. sementes de papoila

Descongelei o bacalhau.

Programei o forno nos 175 graus.

Lavei os legumes e a fruta , cortei-os em pedaços (envolvi a maçã e o marmelo de imediato em sumo de limão para não oxidarem) e dispus num tabuleiro, misturando o alho, a malagueta, a paprika, o louro, o tomilho e o azeite.

Levei ao forno cerca de 30 minutos. Quando o marmelo estava quase cozinhado, adicionei o bacalhau, elevei a temperatura do forno para os 180 graus e deixei cozinhar cerca de 15 minutos (ou até o bacalhau estar pronto e a gosto).

Servi com ervilhas e sementes de papoila.

No Dia Mundial da Alimentação faz sentido lembrar este que é para mim um dos principais motes para uma boa alimentação… Consciente e feliz!

É importante disponibilizar informação nutricional e alimentar credível e é muito importante deixar espaço para o livre arbítrio.

A “alimentação é uma coisa séria”, as emoções também o são. Então, saibamos que podemos, no geral, abrir excepções sem culpa. Saboreemos e voltemos ao caminho da saúde.

Sempre com comida saudável e feliz.
Sim?

[Um pastel de nata (80g) tem:
– 38,8g Hidratos de Carbono
– 2,3 g Proteínas
– 8,2g Gorduras
– Cerca de 240kcal

O equivalente em calorias são 1,7 pães – 85g de pão:
– 48,7g Hidratos de Carbono
– 7,1g Proteínas
– 1,8g Gorduras
– Cerca de 240kcal

(Em 100g o pastel tem 4,6g de gordura saturada e o pão tem 0,5g.)

Booooooom dia!
Tenho comido coisinhas tão boa na Suíça e em França, que pedi à nossa Kiki para preparar um docinho mais saudável na nossa Cozinha com Coração.

Para vocês, claro!

— Tarte de maçã e uvas —

Ingredientes (2 pessoas):
– 1 colher de de sopa de linhaça triturada
– 5 colher de de sopa de água
– 1 colher de sopa de mel
– 30g farinha de aveia integral
– 25g farinha de arroz
– 25g “farinha” de amendoim (ou de amêndoa)
– q.b. água
– q.b. puré de maçã
– 1 maçã em fatias
– q.b. uvas

Programei o forno a 180 graus.
Hidratei a linhaça com as 5 colheres de sopa de água e deixei repousar 10 minutos.
Numa taça misturei as farinhas com o mel, a linhaça hidratada e água até a massa ficar maleável (sem colar às mãos).
Estendi a massa (pode usar um rolo) e sobre esta distribuí puré de maçã que preparei do seguinte modo: cozi maçãs em pedaços com um pouco de água e um pau de canela, transformei em puré com a varinha mágica. Sobre o puré de maçã coloquei maçã fatiada e uvas.
Levei ao forno cerca de 30 minutos (ou até a base estar cozinhada).

E porque apareço desta vez com um tacho de arroz de grelos e feijão? – perguntam vocês.

E eu respondo, claro: porque a mãe Bravo o preparou para me mimar.

Pedi-lhe a receita e eis a sua explicação (sem quantidades, como sempre, mas com muuuuuuuuuuuito amor).

Num tacho coloca-se azeite e cebola picada e mantém-se em lume brando até que fique ligeiramente translúcida. Nessa altura entra o arroz, acrescenta-se a água – “1 medida de arroz para 3 de água mas depende no gosto de cada um minha filha” – e deixa-se cozinhar. Mais ou menos a meio da cozedura (foi assim que a mãe descreveu) juntam-se os grelos e já no final, o feijão (previamente cozido, claro). Até nisto temos sorte: a avó Bravo coze o seu feijãozinho bom na panela de pressão e divide em doses para congelação, que distribui entre todas as Bravas, filha e netas… E é tão bom! Com os grelos faz o mesmo. Há Bravas com sorte!

O que acham desta receita vegetariana, tão simples, tão nutritiva e tão boa?

Boooooooom diiiiiiiiiiia!

Este fim-de-semana foi cheio de amor, entre a chegada da avó Bravo ao Porto e a segunda comunhão da minha sobrinha e afilhada, em Trás-os-Montes.

Para receber a avó na sua nova casa, queríamos preparar um bolo e eu queria provar que entre a versão mais comum, preparada com açúcar e a versão mais saudável, preparada com maçã, a diferença de sabor não era grande e justificava claramente a melhoria nutricional e calórica.

Quando fui para a cozinha, o objectivo era “apenas” reduzir a quantidade de açúcar refinado, mas ao preparar a receita percebi que além do açúcar poderia reduzir bastante a gordura, usando o tal puré de maçã.

Este é o motivo da diferença calórica entre os dois bolos que vos apresento na imagem: o que tem puré de maçã, não tem adição de açúcar refinado e pela textura que permite obter, ajuda a reduzir também a quantidade de gordura, – o azeite (como quase sempre) – que passa de 3 colheres de sopa a apenas 1.

Vamos às receitas: irmã Bravo vs nutri Bravo:

Versão da mana Bravo:

– 1 ovo
– 3 colheres de sopa de azeite
– 4 colheres de sopa de açúcar
– q.b. raspa de laranja
– 5 colheres de sopa (rasas) de farinha com fermento
– 4 colheres de sopa de sumo de laranja

Bateu o ovo com o açúcar, adicionou o azeite, o sumo e a raspa de laranja e, por fim, envolveu a farinha.
Pode cozinhar no microondas, numa caneca untada, na potência máxima, cerca de 3 minutos, ou no forno a 180 graus cerca de 25 minutos (basta fazer o teste do palito).

Composição Nutricional:
724,1 kcal
11,2g proteína
36,5g gordura
87,7g hidratos de carbono

Minha versão:

os mesmos ingredientes, mas
– 1 colher de sopa de azeite
– 5 colheres de de puré de maçã em vez de açúcar

Bati o ovo com o puré de maçã (que preparei cozendo 3 maçãs descascadas, em pedaços, com um pouco de água e transformando em puré com uma varinha mágica), adicionei o azeite, o sumo e a raspa de laranja e por fim envolvi a farinha.
Pode cozinhar da mesma forma que a receita anterior .

Composição Nutricional:
400,8kcal
11,2g proteína
19,2g gordura
45,8g hidratos de carbono