Category

Alimentação e Nutrição

Category

Esta é a última semana da FEIRA do BEBÉ no El Corte Ingles.
Isso mesmo, até ao dia 21 de Outubro, sobretudo as futuras mamãs poderão desfrutar de todos os produtos e vantagens!

Entretanto, deixo algumas sugestões, porque a gravidez é a época mais crucial na vida de uma mulher, para a adopção de um estilo de vida saudável, tanto no que respeita à prática de actividade física como também, naturalmente, à alimentação, que deve ser cuidada, variada e equilibrada mais do que nunca.

Alguns pontos interessantes:

– Sabiam que é nesta altura que se começam a condicionar os gostos do bebé? Aquilo que fará na idade adulta tem muito a ver com a alimentação da mamã.

– O primeiro trimestre decorre com muitas alterações hormonais e adaptações corporais. Em cerca de 70% dos casos os sintomas podem condicionar a alimentação.
(Náuseas, vómitos, enjoos, azia, cansaço, sonolência, alterações do trânsito intestinal…)

– … sugiro que vejam o vídeo até ao final, nele têm várias dicas.

Quanto à Feira do Bebé, sugiro que dêem um pulo ao El Corte Ingles e também deixo o link para poderem ver os produtos:

https://primetag.com/r/mPpe0nE8x/3767503/

Bom dia, no maravilhoso mundo do Natal!
Hoje quero partilhar convosco a minha decisão de não comer carne. Já há uns meses que a tomei e é esse o motivo pelo qual a Nutrição com Coração tem partilhado muito menos receitas com carne. É uma decisão tomada com o coração e não por uma questão profissional. Ainda assim a consciência alimentar garante-me que nenhum nutriente me falta. Como já antes disse, todos podemos tomar decisões a este nível desde que o equilíbrio nutricional seja garantido. [Comer deve ser também um acto de amor e nesse sentido devemos respeitar-nos.] E eu mantenho outras fontes proteicas na minha alimentação. 
Mesmo para os vegetarianos, fontes como:

  • a soja
  • os oleaginosos (sobretudo amêndoa, amendoim e pinhões e depois as nozes, avelãs, cajus e pistachios)
  • as leguminosas
  • a aveia integral 
  • os grãos de trigo sarraceno, quinoa e amaranto
  • o arroz integral (por ordem decrescente de teor proteico) são fontes interessantes deste macronutriente.

É claro que os cereais conjugados com as leguminosas na mesma refeição são uma óptima opção, principalmente para crianças e adolescentes, já que estes têm uma maior necessidade de ingerir uma boa quantidade e variedade de proteínas na mesma refeição.
Pensei muito se devia fazer este post e faz-me todo o sentido. Haja verdade e o Natal é a melhor altura para partilhar!

“Sabe quais os alimentos que deve comer crus e quais os que deve ingerir cozinhados?”

Esta foi a primeira questão que a Magg me colocou, seguida de outras mais específicas:

? Será que devemos comer crus? Beterraba • Brócolos • Framboesas, mirtilos e amoras • Pimento • Alho

? E será que devemos cozinhar sempre? Tomate • Espargos • Alcachofra • Beringela • Cenoura

Leia tudo AQUI.

Bom dia!

Temos desenvolvido ações para ajudar adultos e crianças a gostar de hortícolas, apresentando sugestões apetecíveis, de forma a incluí-los frequentemente na sua alimentação. 


O que diz a uns muffins de espinafres ou cenoura ou até mesmo de beterraba? São deliciosos! Nas ações que a Nutrição com Coração faz em escolas, muitas são as vezes em que usamos esses muffins coloridos para mostrar às nossas crianças que afinal gostam de hortícolas que até então rejeitavam. Até passam a ser elas a dar o exemplo em casa, é lindo assistir a tal evolução. A Kiki tem muito jeito para essas ações. 


Na semana que terminou, a propósito da comemoração do Dia Mundial da Alimentação, a nossa Kiki passou por algumas escolas de Vila Real e ensinou um pouco da Nutrição com Coração com a sua ternura e profissionalismo que apaixonam todos, sobretudo os mais novos. 

Aqui ficam as receitas dos muffins de ambas as cores.

Queques vermelhos (6 unidades)

180 g beterraba em cubos

3 colheres de sopa de iogurte natural

1 colher de sopa de azeite                         

50 g farinha de aveia integral

50 g farinha de trigo

1 ovo

1 colher de chá (rasa) de fermento em pó

1 colher de sopa de açúcar mascavado

q.b. stevia

q.b. raspa de laranja

Programei o forno nos 175 graus.

Cozi a beterraba inteira, deixei arrefecer, descasquei e cortei-a em cubos pequenos. Coloquei-a num liquidificador juntamente com o açúcar, o azeite e o iogurte e bati muito bem. Adicionei o ovo e as raspas de laranja. Bati mais um pouco e envolvi, com uma colher, as farinhas e o fermento. Provei a massa e adocei a gosto com stevia.

Distribuí a massa por formas que levei ao forno cerca de 25 minutos (ou até o palito sair limpo).

*Pode usar cenoura em vez de beterraba. Pode adicionar coco ralado, ou oleaginosos picados à massa para obter diferentes versões.

Queques verdes (6 unidades)

100g espinafres em pedaços

3 colheres de sopa de iogurte natural

1 colher de sopa de azeite

50 g farinha de aveia integral

50 g farinha de trigo

1 ovo

1 colher de chá (rasa) de fermento em pó

2 colher de sopa de chocolate +70% cacau picado

3 a 4 colheres de sopa de stevia (ou a gosto…)

Programei o forno nos 175 graus.

Lavei e escorri muito bem os espinafres. Coloquei-os num liquidificador juntamente com 3 colheres de sopa de stevia, o azeite e o iogurte e bati muito bem. Adicionei o ovo . Bati mais um pouco e envolvi, com uma colher, as farinhas, o fermento e o choclate. (Prove a massa e verifique se está doce; se for necessário junte mais stevia).

Distribuí a massa por formas que levei ao forno cerca de 25 minutos (ou até o palito sair limpo).

*Pode adicionar sementes ou até alguma fruta em pedacinhos para obter diferentes versões.

Quando reunimos família e amigos, apetece muitas vezes continuar o convívio à mesa, não é? Aveia com maçã e mirtilos no forno é a opção simples e deliciosa que hoje vos proponho.

 

Ingredientes (2 pessoas)
1 ovo
2/3 chávena bebida de aveia
3/4 chávena flocos de aveia
1 c. sopa avelãs picadas
1 maçã pequena
1 c. sopa mirtilos
q.b. canela
1 c. sobremesa arandos
1 c. sobremesa sementes de abóbora
Preparação
Lavei e cortei a maçã em cubos. Bati o ovo e juntei a bebida de aveia.
Envolvi todos os ingredientes, dispus num tabuleiro de ir ao forno, onde cozinhou cerca de 40 minutos a 170 graus.

E quando temos vontade de comer batatas fritas ou batatas bravas mas queremos evitar os fritos, estas BATATAS AIOLI preparadas no forno fazem um brilharete!

Podem encontrar todos os ingredientes AQUI.

– E as batatas fritas, há volta a dar? –
As batatas fritas têm um elevado nível de gorduras prejudiciais, embora haja agora disponíveis algumas variedades menos más. A melhor opção continua a ser fritar em casa, onde se pode controlar o tempo de fritura, o tipo de gordura utilizada bem como a temperatura a que a fritura chega. Melhor ainda, será dispensar os fritos e garanto que quase tudo o que é frito pode ser confecionado de outra forma igualmente saborosa, nomeadamente as batatas, assando-as sobre papel vegetal. E se gosta mesmo muito, deixe-as para as exceções. Há sempre solução, não só para as batatas fritas.

Ingredientes (4 pessoas)
500g batatas
1 colher de sopa de azeite
q.b. tomilhi
1 colher de chá de paprika
1 dente de alho (grande, ou 2 pequenos)
125 ml azeite
q.b. sumo de limão
q.b. pimenta de caiena (opcional)
Preparação
Lavei bem as batatas e cozi-as inteiras, com a casca durante cerca de 15 minutos.
Programei o forno nos 190 graus.
Cortei as batatas em gomos e, utilizei uma taça para envolve-las com o azeite, o tomilho e a paprika. Dispus num tabuleiro forrado com papel vegetal e levei ao forno cerca de 20 minutos (ou até ficarem a gosto).
Entretanto, utilizei um almofariz para esmagar o alho. Comecei a adicionar o azeite gota a gota, de modo a obter logo uma consistência mais cremosa. Depois de envolver todo o azeite, temperei com sumo de limão e pimenta de caiena a gosto.
Pode guardar no frio.