O abraço sentido transforma, sobretudo quem nunca foi abraçado e por isso não sabe abraçar…

Eu gosto de abraçar pessoas que vêm com olhar carregado e ar carrancudo, gosto de abraçar pessoas que têm sorriso torto e vontade de insultar e partir. Gosto de sentir que nesse abraço nos despimos de armaduras pesadas e percebemos o quão maravilhoso é permitirmos-nos sentir amor. Sim, porque um abraço sentido tem amor. É uma troca de energia, um momento de cura. E é tão bom irmo-nos entregando a esse sentimento, a essa energia maior, até vivermos sem medo, apenas amando, apenas entregando.

Eu abraço árvores e animais, é muito bom.

Gosto de abraçar quem parece não me querer bem e também gosto muito de abraçar as pessoas que gostam de mim.

E procuro abraçar todos os dias quem amo! Eu gosto mesmo é de abraços.

E por falar em abraço, daqueles bons, apertadinhos e quentes, carregados da leveza da energia sublime do amor, digam-me, quem abraçariam hoje?

Ana Bravo
Author

Nutricionista: amante do tipo de cozinha que procura aliar saúde aos melhores sabores; Mulher: apaixonada pela verdadeira beleza das coisas mais simples; Objectivo: ser feliz na medida do possível, gostar de mim todos os dias e ajudar quem me segue, nesse mesmo caminho.

Write A Comment