O jejum surge como uma crescente opção “terapêutica” para a perda de peso mas, apesar de a curto prazo poder oferecer vantagem neste processo, a médio/longo prazo os seus resultados são semelhantes aos de alguém que faz restrição calórica sem jejum associado. Não esqueçamos que os fatores de sucesso para a perda de peso, para além desta restrição, são a capacidade de adesão à dieta instituída e a escolha de alimentos de elevada qualidade (ricos em nutrientes como vitaminas, minerais e fibra). Ou seja, jejuar alguns dias (ou horas) ou restringir a ingestão alimentar diariamente podem ser estratégias eficazes na perda de peso e na prevenção de doenças crónicas.

Mulheres, idosos, crianças ou desportistas tem necessidades nutricionais específicas, pelo que se aconselha cautela adicional na utilização destas estratégias.

Vejam o vídeo completo no Canal Nutrição com Coração️ do Jornal de Noticias – deixo o link:

https://www.jn.pt/artes/especial/videos/jejum-intermitente-uma-opcao-para-emagrecer-explicada-ponto-a-ponto-13362833.html

Ana Bravo
Author

Nutricionista: amante do tipo de cozinha que procura aliar saúde aos melhores sabores; Mulher: apaixonada pela verdadeira beleza das coisas mais simples; Objectivo: ser feliz na medida do possível, gostar de mim todos os dias e ajudar quem me segue, nesse mesmo caminho.

Write A Comment