Tag

jornal de notícias

Browsing

Dia detox: moda ou necessidade?
No Canal Nutrição com Coração do Jornal de Noticias esclarecemos.

O processo de desintoxicação é vital e acontece naturalmente através de alguns órgãos do nosso organismo. Assim sendo, fará sentido fazer um dia detox?

Sugiro que vejam o vídeo completo no Canal – deixo o link:

👀 https://www.jn.pt/artes/especial/videos/dia-detox-moda-ou-necessidade-a-nutricionista-ana-bravo-esclarece–15045446.html

Bom dia!

Com o fim das férias e o regresso às aulas, no Canal Nutrição com Coração do Jornal de Noticias  preparámos duas sugestões para a merenda das crianças.

Peço para verem o vídeo completo no canal – deixo o link abaixo e fica aqui a receita de empadas doces e salgadas com os recheios preferidos dos mais novos.

Massa:
– 150g amido milho
– 150g farinha
– 2 🥄 sopa azeite
– 1 iogurte natural

Recheio doce:
– 300g fruta
– miolo amêndoa
– chocolate

Recheio salgado:
– 300g legumes
– queijo ralado
– sementes

Numa taça misturei todos os ingredientes da massa (deve ficar maleável – se for necessário, adicione mais farinha ou água). Deixei repousar 5 minutos.
Entretanto preparei os recheios: cortei a fruta em pedaços pequenos e misturei com avelãs e chocolate picados. Para o salgado, misturei as ervilhas com os espinafres, queijo ralado e algumas sementes.
Dividi a massa em 6 porções iguais. Estendi com um rolo e coloquei o recheio no centro.
Fechei em formato de meias luas e cozinhei dos 2 lados numa frigideira antiaderente, pré-aquecida, tampada. (Pode cozinhar no forno, em opção).

Gostam da nossa sugestão?

https://www.jn.pt/artes/especial/videos/empadas-doces-e-salgadas-para-o-regresso-as-aulas-14996995.html

Bom dia!

Hoje o tema é
—————— Celulite  ———————

O nome celulite refere-se a um quadro inflamatório do tecido adiposo subcutâneo que provoca alterações do relevo da pele, ficando com um aspecto ondulado.

Na verdade, as células de gordura são como uns balões que vão enchendo (quando engordamos, mesmo que sejam uns quilinhos transformados em gordura localizada) e o seu volume pode empurrar a pele de forma irregular devido à forma dessas células e à cedência desigual das fibras que constituem a pele, formando, em primeira instância, o tão indesejável aspecto “casca-de-laranja”.

Ou seja, nem sempre a gordura localizada decorre com inflamação, não sendo nesse caso celulite, mas sim “casca de laranja”.

A celulite não é apenas um problema estético, que abala a auto-estima das mulheres, podendo ser mesmo um sinal de que o organismo precisa de ajuda.

O primeiro passo passará, portanto, por fazer uma “limpeza” do organismo, olhando mais à qualidade dos alimentos que ingerimos a longo prazo e não apenas com um “detox” com os dias contados. A hidratação também é de extrema importância, claro.

Vamos então aos pontos fundamentais a ter em consideração:

1) Melhorar a circulação sanguínea e Combater a inflamação:

– O sangue leva oxigénio e alimento às células e liberta-as dos produtos do seu metabolismo, como toxinas. Podemos facilitar este processo de transporte de sangue nos vasos sanguíneos se os mantivermos saudáveis. Comecemos por evitar a formação excessiva das duas gorduras que os “estreitam”: o colesterol e os trigicerídeos.

– Tenhamos o cuidado de evitar a ingestão excessiva do mineral que mais contribui para elevar a pressão arterial, o que pode levar a uma mais lenta oxigenação das células: o sódio, presente sobretudo no sal.

Devemos reduzir a ingestão de gorduras saturadas e trans, de açúcares simples e de álcool, bem como de sal, sobretudo o refinado e ainda, no geral (pode haver sempre exceções devido a condições de saúde específicas), aumentar a ingestão de potássio, cujo efeito contrabalança o do sódio: mais hortícolas e fruta.

Não esqueçamos a acção dos antioxidantes, tão eficaz neste processo, também presentes nos hortofrutícolas.

Tenhamos ainda o cuidado de ingerir alimentos ricos em ácidos gordos essenciais, que fortalecem os vasos sanguíneos e melhoram a circulação, além de combaterem a inflamação – mais alimentos ricos em ómega 3 (cuidado com os que têm mais ómega 6 do que ómega 3). Ou seja: nozes, linhaça.

2) Reequilibrar o intestino:

– Um intestino com saúde espelha a saúde geral do organismo.
Comecemos, então, a preocupar-nos com o seu funcionamento regular. A disbiose (desequilíbrio da flora intestinal) tornou-se um quadro comum, devido ao uso indiscriminado de antibióticos, antinflamatórios, anticoncepcionais, exposição a alimentos alergénicos, stress entre outros e promove a formação de celulite. (Na disbiose, a flora patogénica sobrepõe-se à flora benéfica.) A obstipação promove a tão indesejável acumulação de toxinas no corpo.

Para o seu tratamento, os primeiros passos podem passar pela inclusão de simbióticos: pro e prebioticos (com indicação médica), assim como por uma boa hidratação. Devemos ainda procurar evitar alimentos que não toleramos bem, na maioria das vezes podem ser os que contêm glúten e lactose (a intolerância à frutose também é diagnosticada com alguma frequência), tendo em consideração que podem ser outros. Cada caso é um caso e cada um deve chegar aos seus, por tentativa e erro ou – melhor ainda – se perceber que há uma reacção mais exacerbada, por diagnóstico médico, através de análises ou exames próprios para cada caso.

3) Praticar exercício físico:

Umas boas caminhadas ajudam a reduzir o edema, que tantas vezes agrava o aspecto dessa ondulação que não nos agrada. Lembremos que o sangue é impulsionado por um motor potente, o coração, através dos vasos sanguíneos. Ora, nos vasos linfáticos, esse movimento é facilitado pela “actividade” dos músculos circundantes. As caminhadas podem ajudar, se não apreciar outro tipo de exercício, sobretudo se forem feitas ao ar livre, o que pode tornar-se um “2 em 1” e ajudar a reduzir o stress.

Por último, em modo de conclusão, saibamos desde já que não há tratamentos milagrosos ou muito rápidos. Mas podemos melhorar!

👀 não se esqueçam de ver o vídeo completo, no Canal Nutrição com Coração do Jornal de Noticias – Ana Bravo explica como combater o ″drama″ da celulite (jn.pt)

Boooooom dia!

Num dos últimos episódio do Canal Nutrição com Coração do Jornal de Noticias preparámos um Cheesecake tropical. Rápido, fresco, saudável e delicioso.

Vejam o vídeo completo no canal

https://www.jn.pt/artes/especial/videos/mango-coco-e-lima-aprenda-a-preparar-um-cheesecake-tropical–14996965.html

Deixo a receita:

Ingredientes:
– 1 manga madura
– 1 lima
– 125g mascarpone
– 4 colheres de sopa de flocos de aveia
– 2 colheres de sopa de coco ralado
– 1 colher de sopa de óleo de coco

Para preparar a base misturei os flocos de aveia com o coco ralado, raspas de lima e o óleo de coco.
Distribuí este preparado por taças.
Entretanto descasquei a manga, transformei-a em puré e misturei cerca de metade com o mascarpone.
Coloquei este creme sobre a base e sobre ele, o restante puré de manga, o qual envolvi com algumas gotas de sumo de lima.
Levei ao frigorífico até servir e decorei.

Aprovam?

Bom dia, seres lindos!

No último episódio do Canal Nutrição com Coração do Jornal de Noticias debruçámo-nos sobre o DESPERDÍCIO ALIMENTAR.

Deixo algumas sugestões escritas e sugiro que vejam o vídeo completo no Canal –  Dicas originais para evitar o desperdício alimentar nos legumes e na hortaliça (jn.pt)

Vamos evitar o desperdício dos legumes e hortaliça?

Deve:
– preferir os da época;
– usar todas as partes comestíveis.
Vamos dar exemplos!

Agriões, nabiças, espinafres e semelhantes:
– as folhas podem ser usadas em saladas;
– os talos podem ser usados em sopas, “refogados”, pão, massas de bolos, panquecas, quiches e purés.

Cenoura, couve-flor, rabanete, abóbora e nabo:
– as suas folhas são comestíveis e podem ser usadas como tantas outras que comemos regularmente.

Alguns podem ser cozinhados e/ou ingeridos com casca, como:
– a batata, alguns tipos de abóbora, a curgete, o nabo, a cenoura, o pepino, etc.

No forno ficam bem:
– as cascas da batata
– as sementes de abóbora (e de melão)
tostadas com especiarias e/ou ervas aromáticas.

Podem ser usadas como snack ou incluídas noutras receitas.

P ex, uma abóbora-manteiga pode ser usada da seguinte forma:
– as sementes limpas e tostadas no forno;
– a polpa e casca podem juntar-se a um assado, a sopas ou a compotas;
– as folhas podem ser usadas em sopas ou “refogados”.

As cascas de cebola podem usar usadas para preparar uma infusão.

As cascas de banana entram em deliciosas receitas de pão.

Têm mais sugestões?