Tag

vegetariano

Browsing

E o hortícola que entra na confecção destas barritas/bolinhos é…
O nabo!

O sabor nem se sente, assim como o do feijão… A mistura fica tão agradável e macia… É muito difícil adivinhar os ingredientes mesmo quando se prova. Assim, para quem não aprecia nabo, eis uma sugestão para comer com vontade!

Barritas ou Bolinhos de feijão e nabo
(8 porções)

– 1+1/2 chávena de feijão vermelho cozido
– 1/3 chávena nabo ralado
– 1/2 chávena de aveia em flocos
– 1/4 chávena de stevia (ou a gosto)
– 3 colheres de sopa de sopa de azeite
– 1 colher de sopa de vinagre de maçã
– 2 colheres de sopa de cacau em pó
– 1/2 chávena de chocolate (+70% cacau) picado

Programei o forno a 180 graus.
Processei o feijão com o azeite, o cacau e a stevia. Envolvi os restantes ingredientes e transferi a massa para uma forma forrada com papel vegetal.
Levei ao forno onde cozeu cerca de 25 minutos (não deve cozer demais).

O que acham?

Oláaaaaaaaa!
Que tal está o tempo por aí? Em Trás-os-Montes está nublado, mas nem isso nos impede de dar uns bons mergulhos na piscina!

Para o almoço preparei um PRATO VEGETARIANO PROTEICO: tofu ao alho com favas. Siiiiiiiiiiiiim, é claro que vos deixo a receita!

Ingredientes (2 pessoas)

250g tofu
350g favas
q.b. sumo de limão
q.b. tomilho bela-luz
1 colher de sopa de azeite
1 colher de sobremesa de azeite
1 cebola (grande)
4 dentes de alho (grandes)
1 colher de café de paprika
2 folhas de louro
1 colher de chá de vinagre
1 colher de sobremesa de farinha espelta
q.b. salsa

Comecei por cortar o tofu em fatias e temperá-lo com sumo de limão e tomilho (reservei pelo menos 20 minutos).
Programei o forno a 180 graus.
Num tabuleiro coloquei metade da cebola cortada em meias luas. Por cima, dispus as fatias de tofu e dois dentes de alho laminados. Reguei com uma colher de sopa de azeite e levei ao forno, onde cozinhou cerca de 40 minutos.
Entretanto, lavei as favas e cortei-as em pedaços.
Coloquei uma colher de sobremesa de azeite num tacho com dois dentes de alho e metade da cebola picados. Adicionei as folhas de luro, a paprika e, logo que a cebola ficou translúcida, envolvi as favas. deixei cozinhar em lume brando, adicionando muito pouca água sempre que necessário. Quando estavam quase prontas, removi o louro e misturei o vinagre, a farinha e salsa picada. Cozinhou mais um ou dois minutos.

Estava meeeeeeeeeeesmo bom! E em dia de exercício, é bom ter pratos assim, com tempo suficiente para fazer a digestão.
Já estou a pensar nos lanches…

E vocês?

Bom dia, no maravilhoso mundo do Natal!
Hoje quero partilhar convosco a minha decisão de não comer carne. Já há uns meses que a tomei e é esse o motivo pelo qual a Nutrição com Coração tem partilhado muito menos receitas com carne. É uma decisão tomada com o coração e não por uma questão profissional. Ainda assim a consciência alimentar garante-me que nenhum nutriente me falta. Como já antes disse, todos podemos tomar decisões a este nível desde que o equilíbrio nutricional seja garantido. [Comer deve ser também um acto de amor e nesse sentido devemos respeitar-nos.] E eu mantenho outras fontes proteicas na minha alimentação. 
Mesmo para os vegetarianos, fontes como:

  • a soja
  • os oleaginosos (sobretudo amêndoa, amendoim e pinhões e depois as nozes, avelãs, cajus e pistachios)
  • as leguminosas
  • a aveia integral 
  • os grãos de trigo sarraceno, quinoa e amaranto
  • o arroz integral (por ordem decrescente de teor proteico) são fontes interessantes deste macronutriente.

É claro que os cereais conjugados com as leguminosas na mesma refeição são uma óptima opção, principalmente para crianças e adolescentes, já que estes têm uma maior necessidade de ingerir uma boa quantidade e variedade de proteínas na mesma refeição.
Pensei muito se devia fazer este post e faz-me todo o sentido. Haja verdade e o Natal é a melhor altura para partilhar!

Há muito que queria preparar polenta.

Só no Porto tive algum tempo para relaxar na Cozinha com ♥ e a minha terapia no meio dos tachos deu nisto: Polenta em cama de legumes.

Gostam?

 

Ingredientes (1 pessoa)
3 colheres de sopa de polenta (pronta)
q.b. ervas a gosto (usei manjericão)
1 c. sobremesa de azeite
1 c. chá vinagre
1 dente de alho
1/4 couve coração em pedaços
1 chávena de brócolos em pedaços
2 tomates maduros
1/2 cebola
q.b. manjericão
1 c. sopa pepino picado
q.b. sementes de abóbora
Preparação
Preparei a polenta de acordo com as instruções (mas aromatizei a água com manjericão).
Num tacho deitei o azeite, a couve, os brócolos e o alho picado. Deixei cozinhar, sempre em lume brando (pode juntar água, se achar necessário) e, quando estava quase pronto misturei o vinagre.
Num outro tacho coloquei a cebola e os tomates picados, juntamente com manjericão a gosto. Deixei cozinhar, adicionando um pouco de água e, assim que o tomate cozinhou passei com a varinha mágica.
Servi 3 colheres de sopa de polenta com a couve e o molho, no qual misturei o pepino. Polvilhei com as sementes (e alguns tomate mini amarelos – opcional).

 

Fui às compras cheia de vontade de trazer vegetais para a Cozinha com ♥. Regressei feliz com um saco recheado de cevadinha, feijão, curgete, cenoura, cebola roxa, alho, rabanetes e azeite.
Vim de Bali assim! Ana a sorrir na horta e a colocar muito amor a misturar tudo no tacho.

O campo e a cozinha são mesmo uma terapia!
Bom, querem saber o que preparei, não é? Cevadinha-amor é o nome, um prato vegan, cheio de sabor e nutrientes.

Ingredientes (1 pessoa)

1 chávena de café de cevadinha
q.b. flores comestíveis
1 rabanete
3 colheres de sopa de feijão cozido
1 colher de sopa de cebola roxa picada
1 dente de alho
1 colher de sobremesa de azeite
1/2 cenoura ralada
1/3 curgete
q.b. ervas frescas a gosto
Preparação
Cozi a cevadinha no dobro da água, aromatizada com algumas ervas frescas a gosto (usei coentros).
Lavei e cortei a curgete em palitos pequenos.
Num wok deitei o azeite e a cebola. Assim que esta começou a ficar translúcida juntei o alho, a cenoura e a curgete. Deixei cozinhar alguns minutos (se for necessário, adicione água quente aos poucos) e envolvi o feijão.
Servi a cevadinha com a mistura de legumes e feijão, adicionando um rabanete laminado e ervas frescas a gosto. Terminei com uma flor comestível para mais um toque de frescura.

Um prato vegetariano com quinoa e legumes para celebrar uma primavera colorida. 
Vejam aqui a receita escrita e o vídeo completo no Canal Nutrição com ♥ do Jornal de Noticias (assista AQUI ao vídeo completo).
É mesmo muito bom!

Ingredientes (1 pessoa)

1 chávena de café de quinoa de curcuma

q.b. água

1 c. sopa azeite

1 dente de alho

1/2 cebola roxa

1/2 tomate

1/2 chávena de ervilhas

1 taça cogumelos em pedaços

Preparação

Cozinhar a quinoa com o dobro da água.Num tacho deitar o azeite, a cebola e o alho picado. De seguida os cogumelos, o tomate e deixar cozinhar (juntando um pouco de água sempre que necessário). Quando estiver quase pronto, adicionar as ervilhas.