Tag

Riberalves

Browsing

Num sábado chuvoso sabe bem comida quentinha, caseira – e saudável, claro!

Deixo-vos a receita que a nossa Kiki preparou hoje:

—— Migas de bacalhau e agriões no forno ——

[uma confissão, a nossa Kiki  é óptima na cozinha mas não tem jeitinho para dar nome às suas receitas… podem ajudar-nos a dar outro nome, pleaaaaaase?]

Aqui fica a receita:

Ingredientes (1 pessoa)
– 1/2 lombo de bacalhau Riberalves
– 2 colheres de sobremesa de azeite
– 1 dente de alho
– 150g agriões de agriões
– 1/2 colher de café de paprika
– 1 folha de louro
– 1 fatia de broa
– q.b. azeitonas pretas
– q.b. salsa

– Num tacho coloca-se metade do azeite, o alho picado, a folha de louro e a paprika. Deixa-se cozinhar cerca de 2 minutos, em lume brando, e adiciona-se o bacalhau. Logo de seguida juntam-se os agriões.
– Deixa-se cozinhar até a maior parte do líquido evaporar.
– Programa-se o forno a 190 graus.
– Dispõe-se a mistura de bacalhau e agriões (tendo o cuidado de tirar a folha de louro) num recipiente de ir ao forno, polvilha-se com salsa picada e com a broa esmigalhada. Entram então algumas azeitonas para decorar e o restante azeite.
– Vai ao forno cerca de 15 minutos (ou até a broa tostar).

Não fizemos uma, mas sim 2 receitas surpreendentes para brilhar mais neste Natal.

Há uns dias publiquei o “Sonho de Bacalhau” e hoje deixo-vos “Bacalhau em tons de Natal”. [O nome não é nada previsível, pois não? ]

Deixo a receita, que a Kiki preparou para (2 pessoas). Usou:

– 1 lombo de Bacalhau Riberalves
– 1 chávena de café de cuscuz
– 2 chávenas de café de água a ferver
– 1/2 limão pequeno
– 150g tomate cereja com rama
– 200g couves de bruxelas (cozidas)
– 2 colheres de sopa de azeite
– 1 dente de alho
– q.b. malagueta (opcional)
– q.b. tomilho

E explicou como preparou, passinho a passinho, assim:

– Programei o forno a 190 graus.
– Num tabuleiro dispus os tomates, as couves de bruxelas e o limão cortado em gomos. Temperei com alho e malagueta fatiados, tomilho seco (a gosto) e azeite.
– Levei ao forno cerca de 25 minutos (ou até os legumes estarem cozinhados).
– Entretanto, coloquei o lombo de bacalhau, ainda congelado, num tacho com água fria e levei ao lume. É verdade, não precisam de descongelar! Sai do congelador e entra em água fria. (Anotem esta dica.) Após levantar fervura cozinhou 10 minutos e retirei o bacalhau da água, escorrendo bem – e é assim que se cozinha o Bacalhau Riberalves como deve ser! Simples.
– Coloquei os cuscuz numa taça com uma casca de limão e o dobro da água a ferver (pode utilizar a água de cozer o bacalhau). Tapei com película transparente até toda a água ser absorvida.
– Servi os cuscuz com o bacalhau cozido e os legumes.
– Com um garfo espremi os gomos de limão assado, o sumo misturou-se com o azeite e o molho está pronto!

Aaaaaah! Só mais uma coisinha, um pormenor de classe: já viram que esta caixa de bacalhau era destinada à família Bravo? Vocês também podem encontrar, com nome da vossa família, a Riberalves pensa em tudo.

E porque vem a calhar, desta vez eu —escolhi o nome da receita que vos -proponho, espero que gostem: Sonho de Natal!

Deixo já a receita, no caso de quererem inovar está quadra e assim ainda têm tempo para preparar tudo com o cuidado e amor que merece.

Vamos lá à receita:

Ingredientes (2 pessoas)
– 200g bacalhau Riberalves
– 2 batatas (tamanho de 1 ovo)
– 150g nabo
– 1 ovo
– 2 colheres de sopa de azeite
– 3 pimentos mini
– 1/2 cebola roxa (ou 1, se for pequena)
– 1 dente de alho
– q.b. salsa picada

Cozem-se as batatas e o nabo. Escorrem-se, reservando a água de cozedura e amassa-se tudo – um esmagador ajuda.
Programa-se o forno a 180 graus.
Num tacho coloca-se o azeite – o azeitinho da Mãe Bravo! -, a cebola e o alho picados. Assim que a cebola fica ligeiramente translúcida adicionam-se os pimentos picados e o bacalhau desfiado, sem descongelar! A Riberalves tem esta particularidade que dá imenso jeito: passa congelado directamente para o tacho! Assim a vida é mais cheia de improviso. Eu não gosto nada de planear tudo. Vocês gostam?
Bom, voltemos à receita: cozinha cerca de 10 minutos e mistura-se o puré de batata e nabo (se a mistura estiver muito espessa pode adicionar um pouco da água de cozedura dos legumes que havia reservado).
Deixa-se arrefecer ligeiramente e mistura-se a gema de ovo, mexendo bem.
Entretanto bate-se a clara em castelo e depois, num recipiente próprio para ir ao forno, coloca-se a mistura de bacalhau.
Sobre esta, espalha-se cuidadosamente a clara em castelo na qual se envolve salsa picada.
Leva-se ao forno até a clara ficar ligeiramente dourada.
Deve servir-se de imediato.

E que tal… ficaram com vontade de experimentar? E já agora, gostam do nome?

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Ora já cá faltava mais uma receitinha – ando a apanhar os “inhos” da mãe Bravo – de bacalhau.

A minha Kiki preparou e quando me enviou, escreveu “não sei como se chama” – podem ajudar-nos a dar um nome a esta receita, please?

Mas explicou bem o restante.

Antes de mais, os ingredientes, para 2 pessoas:
– 120g Bacalhau Riberalves desfiado
– 1 curgete
– 1/2 cebola
– 1 colher café curcuma
– 1 colher café noz moscada
– 1 colher de sopa de azeite
– q.b. salsa picada
– 2 colheres de sopa de amido de milho
– 3 a 4 colheres de sopa de farinha

E a preparação:

Programei o forno a 190 graus.
lavei e ralei a curgete à qual adicionei a cebola cortada em meias luas finas, o azeite, as especiarias, o bacalhau, salsa e o amido de milho.
Envolvi bem e deixei a massa repousar cerca de 10 minutos antes de misturar farinha suficiente para obter uma massa que fique unida.
Transferi o preparado para uma forma forrada com papel vegetal e levei ao forno cerca de 25 minutos (ou até cozinhar).

Aprovamos? E que nota lhe damos?

Tempo frio traz também vontade de pratos em que as cores vibrantes se mantenham. Quentes, sim, mas nutricionalmente alegres. Certo?

A sugestão de hoje é de um prato de bacalhau – assado com legumes e requintado com o toque de um molho de rúcula.

Vamos à receita completa!

Ingredientes (1 pessoa):
– 1/2 lombo de Bacalhau Riberalves
– 1 batata (tamanho de 1 ovo)
– 1 chávena couves de bruxelas
– 4 cenouras mini
– 2 colheres de sopa de cebola picada
– 1 colher de sopa de azeite
– 1/2 limão
– 1/2 iogurte natural
– 1/2 dente de alho
– 3 nozes
– 50g rúcula

Descongelei o bacalhau.
Lavei a batata e cortei-a em rodelas grossas, para a cozinhar juntamente com as couves e as cenouras durante 5 minutos em água a ferver. Escorri e reservei.
Programei o forno a 180 graus.
Num tabuleiro coloquei o bacalhau, a batata, as couves e as cenouras. Sobre estes dispus a cebola picada e o azeite. Levei ao forno onde cozinhou cerca de 20 minutos .
Entretanto preparei o molho de rúcula, processando a rúcula com o alho, o miolo de noz, o sumo de limão e o iogurte.
Servi o assado com o molho.

E agora? Ainda conseguem falar sem salivar?

Com o Halloween a chegar, a nossa Kiki e a sua Luisinha prepararam uma receita alusiva ao dia.

Como acho que vão querer experimentar, deixo-vos a receita.

Para 2 pessoas ou mais, se quiserem partilhar e não fazer uma refeição completa, devem ter:
– 150g Bacalhau Riberalves desfiado
– 1 ovo
– 1/2 colher de café noz-moscada
– 1 colher de café curcuma
– 120g abóbora cozida
– 3 colheres de sopa de farinha de arroz
– q.b. ervas, azeitonas e tomate cereja a gosto

As meninas contaram-me que deixaram descongelar o bacalhau e entretanto transformaram a abóbora em puré juntamente com o ovo e as especiarias. Então adicionaram o bacalhau e processaram ligeiramente (com o processador) de forma a ficar com pedaços uniformes.
Envolveram a farinha e cozinharam porções desta massa numa frigideira antiaderente previamente aquecida.