Tag

Riberalves

Browsing

Este rolo de bacalhau é apreciado por miúdos e graúdos. Além de muuuuuuuuuito saboroso, facilita-nos a vida porque pode ser preparado com antecedência e levar ao forno antes de comer… Gostamos de ter opções prontas, certo? Também podem congelar em fatias e servir em qualquer momento. É preparado com legumes e pode ser saboreado quente ou frio. O que acham?

Ingredientes (3 pessoas)

1 lombo de bacalhau Riberalves

1 ovo

1 colher de sopa de azeite

1 colher de chá de vinagre

2 dentes de alho picados

2 colheres de sopa de cebola picada

1 cenoura ralada

1 batata doce média

1/4 couve

q.b. flocos de aveia

q.b. noz moscada

Descongelei o bacalhau, tirei a pele e as espinhas e desfiei-o. Coloquei o azeite, o alho e a cebola num tacho. Levei ao lume, sempre brando e assim que a cebola ficou translúcida juntei a batata doce (descascada e cortada em cubos pequenos), a couve (lavada e cortada em pedaços) e a cenoura. Depois de cozinhar até a couve estar pronta, envolvi o vinagre e o bacalhau. Cozinhou mais alguns minutos e transferi a mistura para outro recipiente.

Esmaguei-a ligeiramente (se desejar pode usar um processador de alimentos). Depois, misturei o ovo batido, noz moscada e flocos de aveia suficientes para que a mistura se mantenha unida. Coloquei o preparado numa folha de papel vegetal, enrolei e levei ao forno a 190 graus , 35 minutos.Servi quente.

A minha Kiki está a preparar Panquecas de bacalhau e feijão verde… Têm este aspecto bom e são saudáveis, claro.
Achei que iam gostar de ter a receita! Adivinhei?

Receita (6 unidades):

– 220g lombo de bacalhau Riberalves
– 1 ovo
– 100ml de água com gás
– 10 🥄 de sopa de farinha espelta
– 1 🥄 de café de fermento
– 1/2 cebola
– 1 🥄 de chá de alho em pó
– q.b. noz moscada
– 1/2 cenoura
– 120g feijão verde
– q.b. salsa

Descongelei o bacalhau, limpei pele e espinhas e desfiei-o.
Lavei o feijão verde, retirei a parte fibrosa e cortei em pedaços pequenos que cozi ao vapor. Ralei a cenoura e piquei finamente a cebola.
Bati o ovo, misturei a água com gás, a farinha, o alho em pó, noz moscada a gosto e o fermento. Depois envolvi a cenoura, o feijão verde, a salsa picada e o bacalhau.
Cozinhei porções desta massa, de ambos os lados, numa frigideira antiaderente.

E, se precisar, pode receber o bacalhau Riberalves no conforto do seu lar. Para isso tem que morar no distrito de Lisboa ou na margem sul. Saiba mais aqui.

E no Dia da Criança, é com os pequenotes que cozinhamos!
Introduzir alguns alimentos na rotina alimentar das crianças nem sempre é uma tarefa fácil. Se misturar o peixe e/ou os legumes, por exemplo, em receitas divertidas, preparadas com elas e, tudo corre melhor.

Já é hábito cozinhar com os meus sobrinhos, hoje eu e a Luisinha propomos estas empadas de bacalhau Riberalves e legumes, em que a massa é da responsabilidade dos mais novos!

Ingredientes (6 unidades)

250g lombo de bacalhau Riberalves

135g farinha de aveia

15g linhaça triturada

1 pitada de noz moscada

50ml água

3 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de vinagre

1 tomate picado

1 cenoura ralada

1/2 cebola picada

1 dente de alho picado

1 colher de sopa de polpa de tomate

1 folha de louro


Descongelei o bacalhau, tirei a pele e as espinhas e  desfiei-o.

Levei ao lume uma colher de sopa de azeite com a cebola, o alho e a folha de louro. Quando a cebola ficou translúcida, juntei o tomate e a cenoura. Deixei cozinhar alguns minutos e adicionei o bacalhau e a polpa de tomate. Depois, cozinhou em lume brando até todo o líquido evaporar, rejeitei a folha de louro e deixei arrefecer.

Programei o forno a 180 graus.

Misturei a farinha com a linhaça, duas colheres de sopa de azeite, uma pitada de noz moscada e a água. Amassei ligeiramente e juntei o vinagre. Depois, a Luísa amassou até a massa ficar lisa e maleável e se descolar das mãos (pode ter que juntar mais farinha ou mais água). Estendemos a massa com um rolo e forramos forminhas.

Coloquei uma colher de sopa de recheio de bacalhau em cada uma e cobri com massa, formando empadas que levei ao forno cerca de 40 minutos (ou até a massa estar cozinhada e dourada).

Pode servir morno ou frio.

E não se esqueça que se habitar no distrito de Lisboa ou na margem sul, entregam o bacalhau em sua casa! Saiba mais AQUI.

E num toque de magia, com os ingredientes certos, eis que surge a receita do jantar da família Bravo. Arroz integral de bacalhau Riberalves no forno… Vai uma garfada?

1 lombo de bacalhau Riberalves

1 colher de sopa de azeite

1 folha de louro

1/2 cebola

1 dente de alho

1/2 tomate

1 cenoura

180g acelgas

1/2 chávena de arroz integral


Depois de descongelar o bacalhau, tirei a pele e as espinhas e cortei-o em 2 pedaços.

Lavei os legumes. Cortei o alho em rodelas e piquei a cebola e o tomate. Ralei a cenoura e cortei as acelgas em juliana.Coloquei o azeite num tacho com o alho, a cebola, o louro e o tomate. Logo que a cebola amoleceu juntei a cenoura e as acelgas. Cozinhou alguns minutos (se for necessário adicione um pouco de água). Envolvi o arroz e transferi tudo para um tabuleiro. Dispus o bacalhau sobre o preparado anterior e adicionei o dobro de água quente.

Levei ao forno (que já estava a 180 graus) onde cozinhou cerca de 40 minutos (ou até todo o líquido evaporar e ficar dourado).

Se não tiver bacalhau e habitar no distrito de Lisboa ou na margem sul, pode encomendar AQUI e recebê-lo em sua casa.

Tendo em atenção que mais do que 75% do sódio de que necessitamos existe nos próprios alimentos, apenas precisamos de adicionar uma pequena parte para completar as necessidades diárias do nosso organismo. Cuidado então com o sal que utiliza durante a confecção e como forma de temperos, para que não se ultrapasse a recomendação da Organização Mundial de Saúdede: 5g de sal por dia. No caso de preparar um prato de Bacalhau Riberalves , como o ensopado que hoje vos sugiro, não devem adicionar, uma vez que este é previamente demolhado no ponto de sal ideal.

Deixo-vos a receita deste ENSOPADO DE BACALHAU COM PÃO DE CURCUMA!

1 lombo de bacalhau

1/2 cebola picada

2 dentes de alho laminados

2 ? de sopa de pimento verde em tiras

1 tomate picado

1 colher de sobremesa de polpa de tomate

1 folha de louro

3/4 chávena farinha de trigo

1/4 chávena farinha de arroz

1 ? de café de curcuma

1 ? de chá de fermento

1 ? de sobremesa de sementes de papoila

1 ? de sobremesa de azeite

1/3 chávena de leite (ou bebida vegetal)

Descongelei o bacalhau, tirei a pele e cortei em pedaços.
Coloquei o azeite ao lume com a cebola, o louro, o alho e o pimento. Mantendo em lume brando, quando a cebola ficou ligeiramente translúcida juntei a polpa de tomate e o tomate, seguido de uma chávena de água. Assim que levantou fervura adicionei o bacalhau e deixei cozinhar, com a tampa, cerca de 12 minutos (ou até estar a gosto – se for necessário deve acrescentar um pouco mais de água).
Entretanto, numa taça misturei as farinha, o fermento, a curcuma e as sementes de papoila. Depois juntei o azeite e o leite, aos poucos, até obter uma massa lisa e maleável que não se cola às mãos (pode usar um pouco mais de farinha ou de leite para acertar a textura). Dividi a massa em pedaços, estendi com um rolo e cozinhei-os de ambos os lados, numa frigideira antiaderente que já estava quente.
Servi o bacalhau, retirando a folha de louro, com o pão em pedaços.

Não se esqueçam: quem está no distrito de Lisboa ou na margem sul pode encomendar o bacalhau Riberalves e recebê-lo em casa. Veja AQUI.

E para o jantar de hoje… Vamos reinventar um bacalhau à Brás, com chuchu em vez de batata e linhaça hidratada em vez de ovo. Não há fritos, pois claro. Uma versão menos calórica e deliciosa!

E, se precisar de bacalhau e mora no distrito de Lisboa ou na margem sul, podem-lho entregar em casa (para saber mais, clique aqui).

Ingredientes (2 pessoas)

220g lombo de bacalhau Riberalves

1 colher café (rasa) curcuma

1 colher de sopa de linhaça triturada

8 colheres de sopa de água

2 dentes de alho picados

1 cebola (pequena) picada

1 cenoura (grande)

1 chuchu (grande)

1 colher de sopa de azeite

q.b. salsa

q.b. azeitonas pretas


Descongelei o bacalhau, tirei a pele e as espinhas e lasquei-o. Hidratei a linhaça e a curcuma com oito colheres de sopa de água (reserve pelo menos 15 minutos antes de usar). Lavei, descasquei e cortei a cenoura e o chuchu em palitos finos. Coloquei o azeite num tacho, juntei o alho e a cebola. Sempre em lume brando, quando a cebola ficou translúcida adicionei a cenoura e o chuchu. Deixei cozinhar cerca de 10 minutos e misturei o bacalhau. Quando o bacalhau estava quase pronto envolvi a linhaça hidratada com a curcuma e salsa picada. Cozinhou mais 5 minutos (ou até ficar a gosto). Servi quente com azeitonas pretas.