Tag

receitas saudáveis

Browsing

E o hortícola que entra na confecção destas barritas/bolinhos é…
O nabo!

O sabor nem se sente, assim como o do feijão… A mistura fica tão agradável e macia… É muito difícil adivinhar os ingredientes mesmo quando se prova. Assim, para quem não aprecia nabo, eis uma sugestão para comer com vontade!

Barritas ou Bolinhos de feijão e nabo
(8 porções)

– 1+1/2 chávena de feijão vermelho cozido
– 1/3 chávena nabo ralado
– 1/2 chávena de aveia em flocos
– 1/4 chávena de stevia (ou a gosto)
– 3 colheres de sopa de sopa de azeite
– 1 colher de sopa de vinagre de maçã
– 2 colheres de sopa de cacau em pó
– 1/2 chávena de chocolate (+70% cacau) picado

Programei o forno a 180 graus.
Processei o feijão com o azeite, o cacau e a stevia. Envolvi os restantes ingredientes e transferi a massa para uma forma forrada com papel vegetal.
Levei ao forno onde cozeu cerca de 25 minutos (não deve cozer demais).

O que acham?

Bom dia, gente boa!

Do risotto ao malandrinho, hoje apresento-vos 3 receitas saudáveis para um arroz perfeito.

As dicas da cozinha Nutrição com Coração️ do último programa do Canal do Jornal de Noticias têm o arroz como protagonista.

Querem aprender como cozinhar arroz solto, malandrinho e risotto?

Vejam o vídeo completo clicando aqui.

Arroz de hortelã
1 chávena café arroz Basmati (ou agulha)
2 chávenas de água (ou de caldo de legumes)
q.b hortelã fresca

Levar a água (ou o caldo) ao lume. Assim que ferver, inserir a hortelã e o arroz.

Deixar cozer em lume brando, retirar a hortelã e envolver hortelã fresca picada.

Arroz de tomate malandrinho
1 chávena de café de arroz carolino
3 a 4 chávenas de água
1 colher de sobremesa de azeite
1 dente de alho picado
1/2 cebola (pequena) picada
1 folha de louro
1 tomate picado
q.b. salsa
q.b. tomates coloridos

Levar ao lume o azeite com o alho, o louro e a cebola. Assim que a cebola ficar translúcida juntar o tomate. Deixar cozinhar 5 minutos, em lume brando. Adicionar o arroz e a água já quente. Depois de ferver, cozinhar 10 a 12 minutos, destapado, em lume médio / alto. Misturar salsa fresca picada e servir de imediato.

Risoto  de curcuma e legumes
1 cebola
1/2 alho francês
1 dente de alho
1 cenoura
ervas frescas a gosto
1 chávena café de arroz para risoto
1 colher de café de curcuma
1 colher de sobremesa de azeite
1/2 cebola muito bem picada
1 a 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado

Prepara-se o caldo: num tacho cobrem-se com água (cerca de 2 litros) os legumes cortados em pedaços: alho, alho francês, cebola, cenoura e ervas frescas. Depois de ferver, cozinha em lume brando 30 minutos. Coa-se e está pronto. (Armazena-se até 5 dias no frigorífico ou pode-se congelar até 3 meses).
Num tacho coloca-se o azeite com a cebola picada e a curcuma. Assim que a cebola murchar junta-se o arroz. Mexe-se e adiciona-se o caldo aos poucos até o arroz estar cozido.

Por fim, envolve-se o queijo e está pronto. (Pode acompanhar com os legumes com que se preparou o caldo.)

Sabiam que o bacalhau cozinha em muito pouco tempo? É verdade, temperatura e tempo a mais fazem perder em textura, sabor e também nutrientes.

Aliando este facto à sua versatilidade na cozinha, basta usar a sua criatividade e receitas únicas e saborosas não vão faltar!

Relembro algumas que preparámos com Bacalhau Riberalves:

 Pão de bacalhau e curcuma

 Quiche de bacalhau

 Bacalhau de tomatada

A nossa cozinha tem tanto de tradição como de versatilidade. Querem ver?
Com bacalhau Riberalves preparei esta base com cebola, alho, azeite e pimentos. Fiz em maior quantidade, de forma a dar para duas receitas bem diferentes! Lembram-se do folar de bacalhau? Vou fazer outro usando este preparado como recheio e ainda preparar almôndegas… Que brevemente vos mostrarei. Este preparado dá ainda para acompanhar batatas cozidas ou a murro, para juntar a quinoa ou a arroz, para preparar uma sandocha… Quem tem mais ideias?

E já sabem, se estiverem no distrito de Lisboa ou na Margem Sul nem precisam de sair de casa: deixo-vos o link AQUI.

Ingredientes (2 receitas)

500g lombo de bacalhau Riberalves

3 cebolas em rodelas finas

1/2 pimento vermelho picado

1/2 pimento verde em tiras finas

2 folha de louro

2 colher de sopa de azeite

4 dentes de alho picados

Descongelei o bacalhau, tirei a pele e as espinhas e desfiei-o. Coloquei o azeite num wok seguido do alho, dos pimentos, da cebola e das folhas de louro. Deixei cozinhar em lume brando, cerca de 15 a 20 minutos (ou até a cebola e os pimentos amolecerem). Envolvi o bacalhau e deixei cozinhar até todo o líquido evaporar (cerca de 5 minutos). Deixei arrefecer. Depois, usei em duas receitas distintas: para preparar umas apetecíveis almôndegas e um saboroso folar.