Tag

receita simples

Browsing

Com dias a ficarem mais frios, a comida de aconchego já começa a saber bem!

Aqui fica uma sugestão simples mas e deliciosa.

Brás rico (2 pessoas)
200g bacalhau desfiado Riberalves
2 batatas (tamanho de 1 ovo)
1 cenoura
1/2 cebola
1 dente de alho picado
1/2 colher de chá de ervas secas a gosto
q.b. salsa picada
1/2 chávena bebida vegetal (ou leite)
1 colher de sopa de azeite

Programei o forno a 190 graus.
Coloquei o azeite num tacho com a cebola picada, o alho e as ervas secas.
Levei ao lume e, logo que a cebola ficou translúcida, adicionei o bacalhau seguido da cenoura e da batata raladas e da salsa.
Cozinhou em lume brando (adicione bebida vegetal ou leite aos poucos, sempre que necessário).
A mistura deve ficar cremosa, depois de cozinhar cerca de 10 minutos.
Transferi o preparado para um recipiente de ir ao forno, onde cozinhou cerca de 20 minutos (até ficar dourado).
Servi quente.

Olá!

Como sabem há muitas maneiras de diminuir a adição de sal quando cozinhamos.

Se costumam seguir as minhas receitas sabem que a salicórnia é uma excelente opção.

Caldeirada de tofu (2 pessoas)

200g tofu
2 batatas médias (do tamanho de 1 ovo)
1/2 curgete
1 tomate
q.b. pimentos
1 cebola
1 dente de alho
1 colher de sopa de azeite
1 colher de chá de paprika
1 folha de louro
1 colher de chá de Salicórnia 100%
q.b. salsa picada

Coloquei num tacho a cebola cortada em meias luas, o alho picado, o louro, o tomate cortado às rodelas e os pimentos cortados em tiras (usei vermelho, verde e amarelo).
De seguida dispus a curgete e as batatas cortadas em rodelas (não muito finas) e o tofu que cortei em cubos pequenos.
Sobre o preparado coloquei o azeite e polvilhei com a paprika e com a salicórnia.
Levei ao lume, sempre brando, mantendo o tacho com a tampa durante pelo menos 25 minutos (pode abanar um pouco o tacho de vez em quando).
No final desse tempo, conferi se as batatas estavam cozidas.
Servi de imediato polvilhado com salsa.
Envolva com cuidado antes de servir e, se achar necessário, já no prato dê um toque final de salicórnia.

Boooooom dia!

Num dos últimos episódio do Canal Nutrição com Coração do Jornal de Noticias preparámos um Cheesecake tropical. Rápido, fresco, saudável e delicioso.

Vejam o vídeo completo no canal

https://www.jn.pt/artes/especial/videos/mango-coco-e-lima-aprenda-a-preparar-um-cheesecake-tropical–14996965.html

Deixo a receita:

Ingredientes:
– 1 manga madura
– 1 lima
– 125g mascarpone
– 4 colheres de sopa de flocos de aveia
– 2 colheres de sopa de coco ralado
– 1 colher de sopa de óleo de coco

Para preparar a base misturei os flocos de aveia com o coco ralado, raspas de lima e o óleo de coco.
Distribuí este preparado por taças.
Entretanto descasquei a manga, transformei-a em puré e misturei cerca de metade com o mascarpone.
Coloquei este creme sobre a base e sobre ele, o restante puré de manga, o qual envolvi com algumas gotas de sumo de lima.
Levei ao frigorífico até servir e decorei.

Aprovam?

  1. E para quem está sem ideias e quer preparar um jantar leve e rápido – ah, e saudável, claro! – aqui fica a proposta da mãe Bravo.

    Este creme de curgete traz-me as melhores memórias… podem comer quente, morno ou frio e podem usar cottage, requeijão ou queijo fresco ou uma versão vegan, para terem outra fonte proteica.

    Para mim é muito importante o sabor bom dos hortícolas e estes não falham, são da @bioparati_cabazes (atenção que não se trata de uma parceria).

    Perguntam vocês: ó Bravo, deixas a receita?

    E eu respondo: claaaaaaaaro, tal como a mãe a relatou.

    🥣 🥣 🥣 Creme aveludado de curgete com proteína a gosto 🥣 🥣 🥣

    Então, minha filha, vamos fazer isto como nos livros de receitas. Antes de mais vêm os ingredientes, não é? Então aponta, por favor:

    – 1 curgete
    – 1 cebola
    – 1 dente de alho
    – 1 🥄 sopa azeite
    – 1 🥄 sopa queijo feta esfarelado
    – 1 ovo cozido – este já foi ideia da Kiki, mas podem substituir estas 2 fontes proteicas, como referi acima

    E agora não tem muita ciência, num tacho vai o azeitinho, a cebolinha e o alhinho picadinhos – pronto, já me tirou a pinta da brincadeira com os “inhos” e está a exagerar. [Ah, mãe linda que às vezes parece uma menina. Eu acho-lhe graça!]. E agora já sabes, até podemos dizer juntas: quando a cebola fica… vá, diz lá, tu sabes. – e eu respondo, claro: translúcida? – isso mesmo, tens estado atenta. [as vossas mães também têm este olhar reguila?] Junta-se a curgete cortada em cubos e cozinha, em lume brando, até estar cozida (se for necessário adiciona-se água quente aos poucos). Antes de passar com a varinha mágica juntei o queijo feta.

    Falta só aquela colherinha de azeite em cru, não acham?

Pois, é assim…
A pessoa a trabalhar e a Kiki a encher a Cozinha com Coração de um cheirinho bom…

– o que andas tu a fazer?
– bolinhos
– bolinhos?
– hmmmm… é um mini bolo de amêndoa e chocolate para partilhar neste domingo acinzentado
– Kiki, já que me desconcentraste com este aroma nhami, partilhas a receita com os nossos seguidores-ternura?
– claro, não o faço sempre?

E aqui fica, descrito com toda a vontade com aqueles olhinhos de luz.

Bolo mini de amêndoa e chocolate (adoro o “mini”, confesso!)

Ingredientes:
– 2 ovos
– 1 laranja (raspa)
– 15g stevia (ou a gosto)
– 65g “farinha” de amêndoa
– 20g chocolate picado

Programei o forno a 180 graus.
Bati as gemas com a stevia, adicionei a raspa de laranja, a “farinha” de amêndoa e o chocolate picado.
Entretanto bati as claras em castelo e envolvi no preparado anterior.
Levei ao forno, numa forma pequena, untada, cerca de 35 minutos (basta fazer o teste do palito).

– foste rápida, Kiki
– rápida a fazer algo que sabe mesmo bem, um 2 em 1

Vamos lá ver se aprovam.
Acham que devo perdoar a Kiki por tamanha desconcentração?

E não podia deixar começar o fim de semana sem vos deixar a última receita da nossa Kiki:

Ingredientes:
– 200g desfiado Bacalhau Riberalves
– 1 curgete ralada
– 1/2 cebola picada
– 1  colher de sopa de azeite
– 1/2 colher de chá de noz moscada
– 1/2 colher de chá de açafrão das índias
– q.b. salsa picada

Coloca-se num tacho o azeite, a cebola e as especiarias.
Leva-se ao lume e assim que a cebola fica translúcida adiciona-se o bacalhau e a curgete (após lavar, ralar e tirar o excesso de água).
Depois de cozinhar em lume brando, até a maior parte da água evaporar, polvilha-se com salsa picada e serve-se frio, com tostas de pão de beterraba ou outro.

Se quiserem usar como refeição principal dá para 2 pessoas, se servirem como entrada dá para mais, para uma boa partilha com direito a degustação saudável e uma boa conversa.
Aprovam?