Tag

receita saudável

Browsing

 A minha Kiki partilhou connosco o seu jantar feliz. Um prato vegan e cheio de cor, com equilíbrio, sabor e alegria!

Vamos conhecer o
Arco-íris da Kiki

Ingredientes:
– 1 colher sobremesa de azeite
– qb ervas secas a gosto
– qb paprika
– 1 dente de alho
– 1 cenoura pequena
– 1 colher de sopa de pimento verde picado
– 2 colheres de sopa de cebola roxa picada
– 3 colheres de sopa de tomate em pedaços
– 1/2 chávena ervilhas demolhadas
– 3 chávenas caldo de legumes
– 1 chávena de couve de Bruxelas cozidas
– qb arroz

Num tacho levou ao lume o azeite com o alho cortado em lâminas, salsa seca, paprika, tomate, cebola roxa, pimento verde e cenoura.
Deixou cozinhar alguns minutos até a cebola ficar translúcida e adicionou as lentilhas demolhadas e escorridas.
Juntou o caldo de legumes e deixou cozinhar em lume brando, até as lentilhas estarem a gosto.
Serviu de imediato, com arroz e couves de Bruxelas cozidas.

Meus amores, deixo-vos mais uma sugestão daquelas que tenho a certeza vão adorar.

Ingredientes (6 a 8 unidades):
– 100g Bacalhau Riberalves
– 1 ovo
– 1 colher de sopa de cebola picada
– q.b. salsa 65g farinha
– 1/2 colher de chá de fermento
– q.b. noz moscada
– q.b. alho em pó
– 1 a 2 colheres de sopa de leite
– 1 colher de sopa de sementes de cânhamo

Descongelei o bacalhau, cozi-o a vapor, tirei a pele e as espinhas e lasquei-o.
Programei o forno a 180 graus.
Numa taça bati o ovo com os temperos secos, o leite, a farinha, o fermento, as sementes e, por fim, envolvi o bacalhau.
(A massa não deve ser muito amassada.)
Distribuí colheradas da massa num tabuleiro forrado com papel vegetal e levei ao forno até dourar.

Bora, experimentar?

Mais um prato vegetariano, completo, equilibrado e feliz!

Na verdade é mesmo vegan. Quanto à massa, podem escolher com outra forma e ainda com ou sem glúten. Se escolherem uma versão sem glúten tenham em atenção que pode ser de outro cereal que não o trigo – por exemplo de milho – e que também há muitas versões disponíveis no mercado à base de leguminosas como o grão-de-bico, as lentilhas, etc. A composição nutricional é diferente, os cereais e as leguminosas pertencem a grupos diferentes da Roda dos Alimentos. As leguminosas são fontes de hidratos de carbono e também se destaca o seu conteúdo em proteína vegetal. Todas as opções são bem-vindas, importante é variar ao longo do tempo e equilibrar cada prato.

Ingredientes (2 pessoas):
– 100g esparguete
– 2 colher de sopa de azeite
– 2 dentes de alho
– 1 folha de louro
– 1 colher de chá de orégãos
– 1 colher café de paprika
– 200g tomate cereja
– 2 chávenas grelos cozidos
– 1 chávena feijão preto cozido
– qb salsa picada

Programei o forno a 180 graus.
Num tabuleiro envolvi os tomates com a paprika, o louro, o alho, o azeite e is orégãos.
Levei ao forno cerca de 40 minutos (ou até os tomates estarem cozinhados),
Entretanto cozi e escorri os grelos e a massa.
Quando o preparado anterior ficou pronto, juntei os grelos, o feijão e a massa.
Servi bem quentinho, polvilhado com salsa picada.

São servidos?

Deixo-vos uma receita preparada com o pouco que tinha em casa. Preciso de ir às compras!

Mais uma receita vegan colorida, saudável e saborosa. Esta é também low carb.

Ingredientes (2 pessoas):
– 2 chávenas de soja em pedaços
– 1 colher de sopa de azeite
– 1/2 cebola
– 1/2 colher de café de paprika
– 1 colher de café ervas secas a gosto
– 2 colheres de sopa de pimento vermelho em pedaços
– 1/2 alho francês
– 1 cenoura
– 1 chuchu
– 1 chávena rabanetes
– q.b. salsa

Coloquei a soja de molho, em água abundante (durante pelo menos 30 minutos) e escorri muito bem (para ficar bem deve mesmo espremer-se com as mais, de forma a tirar o máximo de água possível).
Num tacho coloquei a paprika, as ervas, a cebola, o pimento e o azeite. Levei ao lume até a cebola ficar translúcida e adicionei a soja.
Depois de cozinhar 1 a 2 minutos, em lume brando, juntei os restantes legumes (os que tinha na gaveta do frigorífico): o alho francês cortado em rodelas, a cenoura cortada em pedaços, o chuchu em cubos e os rabanetes cortados em quartos. Deixei cozinhar adicionando água quente aos poucos sempre que necessário.
Servi, polvilhado com salsa picada.

Aprovam?

Aqui fica esta receita com inspiração no Oriente Médio, geralmente é frito. Este foi ao forno num tabuleiro e é de bacalhau!

Provem porque é realmente delicioso…

Aqui fica a receita.

Quibe de bacalhau (3 pessoas) 

150g de trigo para quibe

200g bacalhau desfiado da Riberalves

1 cebola pequena picada

1 tomate pequeno picado

2 colheres de sopa de salsa picada

1/2 colher de café de caiena (opcional)

1 colher de chá de curcuma

Descongelei o bacalhau e demolhei o milho para quibe durante 30 minutos.

Programei o forno a 180 graus.

Processei o bacalhau juntamente com a cebola, o tomate, a caiena e a curcuma. Misturei com os restantes ingredientes, numa taça.

Transferi o preparado para uma forma untada com azeite. Levei ao forno tapado com papel vegetal cerca de 20 minutos, tirei o papel e deixei cozinhar até dourar (cerca de mais 15 minutos)Pode servir morno ou frio.

Uma aletria com o mesmo sabor e um terço das calorias para a nossa Kiki!

Original: 426kcal
Receita da Kiki: 167kcal

E quem não quereria a receita?
Está entre 2 fórmulas especiais criadas com todo o carinho durante a nossa infância: as de ambas as avós da Kiki – entre elas a nossa avó Luz (minha adorada ama).

Diz o episódio especial do Canal Nutrição com Coração do Jornal de Notícias:

“Ana Bravo foi desafiada a recriar, de forma saudável, as sobremesas preferidas da equipa Nutrição com Coração. A nutricionista preparou uma aletria – a sobremesa de eleição da melhor amiga Kiki – com um terço das calorias.”

É verdade! Um terço das calorias relativamente à receita original!

Então aqui fica a versão de ALETRIA da Kiki:

Ingredientes (4 porções)
– 100g aletria
– 400ml água
– 50g geleia de agave
– 100ml leite magro
– 2 gemas
– 1 pau canela
– 1 casca limão
– q.b. canela em pó

Levar ao lume a água com a geleia de agave, o pau de canela e a casca de limão.
Quando ferver, juntar a aletria (partida) e deixar cozer em lume brando até toda a água evaporar.
Bater as gemas com a bebida vegetal e envolver na aletria, mexendo até voltar a ferver.
Tirar o pau de canela e a casca de limão, colocar numa travessa e polvilhar com canela em pó.

Sugiro que vejam o vídeo completo no Canal – deixo o link: Uma aletria com o mesmo sabor e um terço das calorias (jn.pt)