Tag

comida simples

Browsing

Um gratinado é sempre um sucesso… Este vai buscar os sabores da nossa tradição, ao Bacalhau Riberalves , ora pois! Nutricionalmente muuuuuito interessante, como tudo o que sai da nossa Cozinha com Coração e mais uma boa notícia: fica pronto em 30 minutos.
Não há desculpas para não preparem as vossas refeições em casa, concordam?

Podem acompanhar com uma salada e desfrutar do convívio à mesa.

Ingredientes (2 pessoas)

250g bochechas de bacalhau Riberalves

1 cebola roxa 

1 colher de sobremesa de azeite

2 batatas doces (pequenas)

q.b. paprika

q.b. salsa seca

q.b. salsa fresca

q.b. malagueta (opcional)

50 ml leite ou bebida vegetal

q.b. queijo magro ralado


Descongelei as bochechas. Cortei a cebola em meias luas e levei-a ao lume, num tacho com o azeite e a paprika.

Lavei, cortei em rodelas e cozi a batata doce a vapor. Retirei depois, a casca.

Programei o forno a 220 graus.

Num tabuleiro de barro coloquei a cebola, por cima as bochechas de bacalhau e, em volta as rodelas de batata doce. Polvilhei com salsa seca e malagueta a gosto.

Deitei o leite, polvilhei com queijo ralado e levei ao forno, onde cozinhou até tostar (cerca de 15 minutos).
Servi polvilhado com salsa.

Diz a Wikipédia que a palavra “frittata” deriva do italiano “fritta”, o particípio passado feminino de “fritar” (friggere). Pois, naturalmente, este prato não tem nadinha de frito. Então, temos uma Fritata de Bacalhau Riberalves à moda da Cozinha com Coração!

️Já sabem que vos deixo a receita, pois se foi para vocês que a criámos…

Ei-la!

Ingredientes (2 pessoas)
1/2 lombo de bacalhau Riberalves
2 ovos
2 colheres de sopa de iogurte natural
q.b. orégãos (ou outra erva a gosto)
1 colher de sopa de azeite
1 dente de alho
1/2 cebola
1 tomate picado
1 chávena de ervilhas
1 colher de sopa de pimento vermelho picado

Descongelei o bacalhau, tirei a pele e as espinhas e cortei-o em cubos.
Coloquei o azeite, o alho e a cebola num tacho. Quando a cebola amoleceu, juntei o tomate e passados alguns minutos o bacalhau. Deixei cozinhar em lume brando, até a maioria do líquido evaporar e quando estava quase pronto misturei as ervilhas. Transferi para um tabuleiro.
Programei o forno a 180 graus.
Bati os ovos com o iogurte, temperei com orégãos a gosto e deitei a mistura sobre o bacalhau. Dispus o pimento vermelho por cima e levei ao forno cerca de 20 minutos (ou até estar cozinhado).

Cheguei de viagem com vontade de jantar algo ligeiro e sobretudo muito rápido. Vocês sabem como gosto de colorir o Inverno, no olhar para a vida com filtro de arco-íris. Pois sempre que posso ponho esse filtro também na minha comida saudável e feliz . O que acham deste bowl colorido e vegan?

Ingredientes (1 pessoa)

1 cenoura

1 chávena de cogumelos laminados

1 chávena de couves de bruxelas

1/2 cebola

1 dente de alho

1/2 chávena de café de cuscuz

1 colher de sopa de azeite

q.b. orégãos

Preparação

Lavei bem os legumes. Descasquei a cenoura e cortei-a em forma de esparguete. Cozi-a a vapor juntamente com as couves de bruxelas cortadas ao meio.

Cozinhei os cuscuz no dobro da água quente, que aromatizei com orégãos.

Num wok coloquei o azeite, orégãos a gosto, a cebola cortada em meias luas e o alho laminado. Assim que aqueceu juntei os cogumelos e as couves de bruxelas. Deixei cozinhar a gosto e, mesmo antes de desligar, envolvi os cuscuz. Servi com os zoodles de cenoura, polvilhado com orégãos.

Vejam mais vídeos no nosso TikTok: http://tiktok.com/@blognutricaocomco

Receitinha da Mãe Bravo… Umas das minhas favoritas!
Não há como descrever a comida de conforto, que nos faz sentir abrigo, aconchego… Concordam?

Ingredientes (2 pessoas)

6 colheres de sopa de feijão vermelho (já cozido)

q.b. grelos cozidos

3 fatias de broa de milho

3 colheres de sopa de azeite

2 dentes de alho

Preparação

Programei o forno a 190 graus.

Num pirex coloquei o feijão, já cozido. Por cima, dispus grelos previamente cozidos e muito bem escorridos (de modo a tapar o feijão).

Entretanto, fatiei o alho finamente, esfarelei a broa e aqueci o azeite.

Por cima dos grelos, coloquei a broa esfarelada misturada com o alho.

Antes de levar ao forno deitei o azeite quente por cima da broa.

Cozinhou cerca de 15 minutos (ou até a broa dourar).

Já vos tinha dito que o bacalhau sabe tão bem que não precisa de máscaras. Deixo-vos mais uma receita com poucos ingredientes: tomate, louro e azeite. O bacalhau à moda da mãe Bravo vai sair! Podem acompanhar com batatas a murro, cozidas ou puré de batata doce ou quinoa, misturado num arroz colorido… É um preparado muito versátil.

Ingredientes (1 pessoa)

1/2 lombo de bacalhau Riberalves

1 colher de sobremesa de azeite

1 dente de alho (opcional)

1 folha de louro

1 tomate

Preparação
Depois de descongelar o bacalhau, retirei a pele e as espinhas e lasquei-o. Num wok coloquei o azeite e o alho picado. Deixei aquecer em lume brando e adicionei o louro e o tomate que cortei em meias luas. Logo de seguida juntei o bacalhau e depois de cozinhar a gosto é só saborear.

A apresentação também conta porque diz-se que “os olhos também comem”! Assim, proponho esta receita, muito simples mas com uma apresentação mais sofisticada.

Ingredientes (1 unidade)

1 colher sopa flocos de aveia

2 colheres de sopa de flocos de trigo integral

2 ameixas pretas, secas

2 nozes

125 g queijo quark

1 colher sopa groselhas

q.b. groselhas

1 colher de chá de mel (opcional)


Lavei as groselhas. Bati-as num liquidificador juntamente com o mel e o queijo quark .Cortei as ameixas em pedaços, rejeitando os caroços e coloquei-as num processador, acrescentando as nozes, a aveia e os flocos de trigo. Processei até se formar uma espécie de farinha.

Com a ajuda de um molde, dispus a farinha de ameixa num prato de servir. Por cima, o creme de quark e groselhas. Guardei no frigorífico até à hora de servir.

Enfeitei com mais groselhas.