Tag

bolo

Browsing

O Natal não me sai da cabeça… Já andamos a prepará-lo, com todos os miminhos que a Cozinha com Coração sabe fazer: comida com amor, a comida saudável e feliz ! Os meus sonhos de hoje trouxeram-me este bolo de coco e chocolate encantado, com pozinhos de perlimpimpim. A Kiki estava a dormir, seguramente foram fadas que me ajudaram, porque, com tanto sono, sozinha não teria conseguido.

Querem ver cada passo mágico, não é? Encontram tudo na Teleculinaria, clicando AQUI. Que cada pedacinho vos traga um toque de magia!

Boooooom dia, sorrisos lindos!

E esta é das últimas receitas que preparo com as castanhas que trouxe de Trás-os-Montes. Sei que aguça o apetite logo de manhã… Preparei ontem à tarde e não queria deixar de partilhar convosco esta sugestão para um momento especial. Guardem nos vossos lembretes para o próximo fim-de-semana!

Ingredientes (4 pessoas)

250 g castanhas cozidas, descascadas

2 colheres de sopa de azeite

1 colher de chá de fermento

q.b. stevia

3 ovos

q.b. erva doce

120 ml bebida de aveia

80g chocolate +70% cacau (se desejar uma versão sem glúten e sem lactose, escolha o chocolate adequado)

Preparação
Esmaguei as castanhas (previamente cozidas com erva doce a gosto e descascadas) com um garfo.
Bati as claras em castelo. Noutro recipientes bati as gemas com o azeite, o puré de castanha e bati mais um pouco. Adocei a gosto com stevia e envolvi o fermento e as claras. Levei ao forno, a 180 graus cerca de 25 minutos (ou até o palito sair limpo). Entretanto aqueci a bebida vegetal (sem ferver). Quando estava bem quente envolvi o chocolate e mexi até derreter. Deixei arrefecer um pouco antes de cobrir o bolo.

Booooooom diiiiiiia, com um cheirinho bom a marmelo a inundar a Cozinha com Coração!

Gostam de marmelos?

Eu gosto muito. Apesar de ser dos poucos frutos que não ingerimos cru, é muito versátil. Na Cozinha com Coração usamo-los em várias receitas e hoje preparámos mais uma. Nutricionalmente destaca-se neste fruto sobretudo o seu conteúdo em vitamina C. Contém ainda pectina, uma fibra solúvel com vantagens: ao mesmo tempo que sacia, regula a digestão e absorção de nutrientes e serve de alimento para as bactérias intestinais.

Vamos à receita?

BOLO DE MARMELO
3 bolinhos
🥧120g marmelos em pedaços

🥧2 c de sopa de sumo de limão

🥧1 pau de canela

🥧q.b. canela

🥧3 ovos

🥧q.b. stevia

🥧30g flocos de millet

🥧25g farinha de trigo sarraceno

🥧1 c de chá de fermento

🥧2 c de sopa de sementes de cânhamo

🥧q.b. maçã desidratada (para servir)

Comecei por cozinhar o marmelo (já descascado e cortado em cubos) com o sumo de limão e o pau de canela, adicionando água aos poucos até este ficar tenro. Deixei arrefecer.Bati os ovos até à espuma e misturei a farinha de trigo sarraceno, os flocos de millet, as sementes de cânhamo, canela a gosto e o fermento. Adocei a gosto com stevia e envolvi os marmelos (rejeitei o pau de canela).Untei 3 forminhas, dividi a massa entre elas e levei ao forno, a 175°graus cerca de 40 minutos (ou até o palito sair limpo).Servi enfeitado com maçã desidratada.

Este bolo vegan e sem glúten é um delicioso mimo para preparar várias vezes. E com a mandolina da Borner é tão rápido que a dificuldade maior será comer só uma fatia.

Ingredientes (2 pessoas)

  • 3/4 chávena amido de milho
  • 1/2 chávena de linhaça triturada
  • q.b. stevia
  • 1 c. sopa de azeite
  • 1 pitada de canela
  • q.b. sumo de limão
  • 1/2 c. sopa fermento (sem glúten)
  • 1/2 maçã (grande)
  • 4 c. sopa sumo de laranja
  • 1/2 laranja em rodelas
  • q.b. coco lascado

Comecei por lavar a maçã e cortei-a em palitos finos com a Mandolina da Borner. Reguei com sumo de limão para que não oxidasse e reservei.

Numa taça misturei o amido de milho, a linhaça, o azeite, o sumo de laranja, a canela e a maçã. Por fim adocei a gosto com stevia, envolvi o fermento e deixei repousar 5 minutos.

Entretanto forrei o fundo de uma forma pequena com papel vegetal.

Com a mandolina, desta vez na opção de fatias grossas, cortei meia laranja (já descascada) em rodelas.

Dispus uma das rodelas no fundo da forma. Verti a massa por cima e levei ao forno, já quente a 165 graus, onde cozinhou por cerca de 35 minutos.

Desenformei  e servi com a restante laranja em pedaços e lascas de coco.

Ingredientes (10 porções)

1 banana madura1 ovo (L)

1 chávena de farinha

1 chávena de mix de panquecasq.b. stevia

1/4 chávena manteiga de amendoim (ou de amêndoa)

1 chávena de leite (sem lactose, ou bebida vegetal, se for o caso)

1 colher de café de canela em pó

1/4 chávena de mistura de bagas goji e arandos secos

2 claras

2 colheres de sobremesa de mel

q.b. hortelã

q.b. bagas goji

q.b. arandos

q.b. canela

Preparação
Liguei o forno a 180 graus e forrei uma forma com papel vegetal (pode untar, ou usar uma de silicone). Esmaguei a banana com um garfo e misturei numa taça com o ovo, o leite, a canela, a farinha, o mix de panquecas e a manteiga de amendoim. Provei e adocei a gosto com stevia. Envolvi os arandos e as bagas goji e levei a massa ao forno cerca de 25 minutos. Retirei e deixei arrefecer. Para a cobertura, aqueci o mel até ferver. Bati as claras e quando já estavam firmes, sem parar de bater, adicionei o mel ainda bem quente, batendo mais um pouco. Cobri o bolo com esta cobertura e enfeitei com hortelã, goji, arandos e um pouco de canela.

Dá trabalho, mas o resultado vale a pena. Fica uma delícia este Bolo Rei numa versão mais saudável.

Ingredientes (1 bolo)

200 g farinha espelta integral

100 g farinha teff

50 g farinha de milho

25 g amido de milho

15 g fermento de padeiro

50 ml água morna

30 g margarina temperatura ambiente

35 g curgete em puré

80 g açúcar mascavado

2 ovos

1 clara

1 c. sopa água

50 ml vinho do Porto

80 g mistura de tâmaras (descaroçadas), damascos, arandos e goji

70 g mistura de avelãs, amêndoas, pinhões

raspa de 1/2 limão

raspa de 1/2 laranja

Preparação
Comecei por picar os damascos, as tâmaras, as avelãs e as amêndoas (reservei algumas inteiras para enfeitar). Coloquei, os arandos, as goji, as tâmaras e os damascos picados a macerar no vinho do Porto, cerca de meia hora. Dissolvi o fermento na água morna e adicionei 100 g de farinha de trigo espelta, que deixei levedar (dentro do forno desligado) por 15 minutos. Entretanto lavei, descasquei, transformei a curgete em puré com a vinha mágica e reservei. Bati a margarina e o puré de curgete com o açúcar, juntei a raspa de limão e de laranja, bem como os ovos e bati bem. Passados os 15 minutos, acrescentei a massa levedada, seguida das outras farinhas (restante farinha espelta integral, farinha de milho, teff e amido de milho). Amassei bem até a massa ficar elástica e macia. nessa altura envolvi os frutos secos e os macerados juntamente com o líquido. Formei uma bola com a massa, polvilhei com farinha espelta integral e deixei levedar até dobrar de tamanho (cerca de 5 horas, dentro do forno desligado!!). Nessa altura, transferi a massa para um tabuleiro forrado com papel vegetal e formei o bolo rei, que deixei levedar mais 1 hora. Após esse tempo, pincelei o bolo com uma clara de ovo levemente batida com uma colher de sopa de água, coloquei os frutos que tinha reservado para enfeitar e pincelei-os também com a mistura anterior. Levei ao forno, que já estava bem quente, a 180 graus, cerca de 35 minutos (se precisar cubra com papel vegetal, para não queimar).