Tag

açúcar

Browsing

Nem todos os alimentos com açúcar têm sabor doce!
– a nossa boca é capaz de detectar 5 sabores diferentes: salgado, ácido, amargo, doce e umami

– estes sabores são sentidos pelas papilas gustativas presentes na nossa língua

– estas papilas estão distribuídas pelas várias zonas da boca e conseguem detectar apenas substâncias que tenham um limite de tamanho que caiba nas mesmas

– alguns açúcares são tão grandes que não são sentidos pela língua; apenas os açúcares pequenos como p.e. a sacarose, glicose, frutose e lactose conseguem “encaixar” nas papilas

– alguns alimentos como o limão (ácido) ou os grelos (amargos), contêm outras substâncias que um sabor mais fortemente percepcionado pelo nosso organismo, mascarando assim o sabor doce e o conteúdo em açúcar destes alimentos

– o mesmo acontece com alguns produtos alimentares que não têm sabor doce, mas contêm açúcar

Não se deixe levar apenas pelo paladar dos alimentos. A nossa boca detecta todos os sabores presentes, mas o cérebro apenas consegue processar os sabores mais fortes, o que pode ser enganador sobre a real composição dos alimentos.

Olhe para os rótulos e evite os produtos alimentares nos quais o açúcar (descrito de diversas formas, nas quais nem sempre o nome “açúcar” existe, p.e.: Dextrose, Frutose, Malto-dextrina, Xarope de milho, Melaço, entre outros) não conste, na lista de ingredientes e sobretudo que não se encontre nos primeiros lugares. Não esqueça que a lista de ingredientes é apresentada por ordem decrescente de quantidade. Hoje em dia é obrigatório que o teor em açúcares venha descrito, assim, na composição nutricional podem ver: “hidratos de carbono, dos quais açúcares”. Assim, não há que enganar, sirva-de do DESCODIFICADOR DE RÓTULOS e terá uma ajuda preciosa para fazer as suas compras. Tem acesso a ele facilmente através do site da Direcção Geral de Saúde).

O açúcar (sacarose) é constituído em 99% por açúcar e fornece 4 calorias por cada grama. Quanto aos adoçantes, existem os artificiais e os naturais. Os adoçantes artificiais não fornecem calorias e o seu uso é considerado seguro. À excepção do stevia, todos os outros adoçantes naturais utilizados pela indústria (xarope de amido, sorbitol, manitol, xilitol, maltitol, etc.) fornecem calorias ao organismo. Posso dizer que ainda assim o ideal será ir diminuindo a quantidade de açúcar até abandonar o seu uso nos hábitos diários como o café e o chá. Parece haver evidência que a exposição repetida ao sabor doce, mesmo que venha de um adoçante, contribui para a vontade de manter a ingestão desse sabor.

Podem encontrar AQUI todos os artigos mencionados.

E desta vez proponho-vos mais um tratamento de beleza nas “Dicas da Bravo”. Nesta linha de cosmética natural hoje tem lugar um esfoliante preparado com apenas 3 ingredientes. Acreditem que o efeito é maravilhoso, a pele fica tão macia!

 

Esfoliante de matcha
4 c. sopa óleo de coco
q.b. açúcar mascavado claro
1 c. sobremesa matcha
Aquecer o óleo de coco até ficar líquido (sem ferver), adicionar açúcar até obter a consistência desejada e por fim envolver a matcha.