O Outono convida aos quadros caseiros de que mais gosto! Adoro estar em casa e sobretudo de me sentir quentinha quando la fora está frio e de o intensificar com o calor humano… Descrevo o tal quadro, que é um dos meus preferidos: o convívio com quem amo, em torno de uma mesa bonita, com comida que aconchega. Pratos quentinhos, luz que convida a ficar e um coração preenchido, são os motivos de gratidão deste cenário. 
Confessem, vocês também adoram estes mimos. Estou certa?
Proponho-vos um empadão de inhame vegetariano, que pode tornar-se vegan se eliminarem a camada de queijo ou usarem uma versão vegetal. Muitas vezes me perguntam em que receitas podem usar este tubérculo. Sendo rico em hidratos de carbono, é mais uma alternativa de acompanhamento no prato. Adoro a sua textura cremosa, só de falar, a vontade é de regressar à cozinha e repetir o empadão.
O que acham deste prato, do cenário e de tanto aconchego? Enche-vos as medidas?

Podem encontrar todos os ingredientes AQUI.

Empadão de inhame e cogumelos (2 pessoas)

200g inhame

200 ml bebida de soja

q.b. queijo magro ralado

q.b. manjericão

q.b. orégãos

q.b. sementes de papoila

1 taça cogumelos em pedaços

1 tomate picado

1/2 cebola picada

1 c. sopa azeite

1 cenoura picada

3/4 chávena soja granulada

Preparação
Cozi os inhames, descasquei-os e bati-os no liquidificador com a bebida de soja. Num tacho deitei o azeite, a cebola, o tomate, a cenoura, os cogumelos e a soja. Deixei cozinhar, em lume brando, juntando água sempre que necessário. Temperei a gosto com orégãos. Programei o forno nos 190 graus. Num pirex coloquei a mistura de soja (se sobrar recheio podem usar em outra receita). Por cima, o puré de inhame e o queijo ralado. Foi ao forno cerca de 20 minutos (ou até o queijo derreter e dourar). Servi com manjericão e sementes de papoila.

Hoje presenteio-vos com uma pavlova de bacalhau Riberalves leve e despertadora de sentidos!  Ingredientes (1 pessoa) 1/2 lombo de bacalhau  1 clara (L) 1/2 c. café de spirulina 1…

Receita de Pudim de castanha com calda de chocolate (3 unidades)

100 g castanhas cozidas e descascadas

250 ml leite sem lactose

q.b. stevia

3 ovos (L)

75 ml leite sem lactose

50 g chocolate adoçado com stevia, +70% cacau

q.b. morangos (ou fruta a gosto, para servir)

Depois de cozer e descascar as castanhas, levei-as de novo ao lume, juntamente com 250 ml de leite (se desejar pode aromatizar com pau de canela, casca de citrino ou erva doce). Depois de ferver, desliguei, esperei que arrefecesse um pouco e passei com uma varinha mágica, até obter um creme homogéneo.

Entretanto bati ligeiramente os ovos com 3 colheres de chá de stevia (ou a gosto). Misturei o creme de castanha e distribuí a mistura por 3 formas de ir ao forno (que untei com creme vegetal e polvilhei com stevia).

Levei ao forno, num tabuleiro com água (coloquei um pano por baixo, para evitar que os pudins queimassem por baixo), onde cozeram em banho-maria, a 200 graus, cerca de 30 minutos (basta fazer o teste do palito).

Enquanto arrefeciam preparei a calda de chocolate: coloquei numa taça o restante leite e o chocolate cortado em pedaços. Derreti em banho-maria.

Servi os pudins com a calda e alguns morangos.