Category

Pequeno-Almoço e Lanche

Category

Vamos preparar o nosso primeiro FERMENTADO?

É pão.

Fazer pão é uma arte!

– Utilizam-se ingredientes simples: farinha e água e transformam-se num produto essencial.

– Para fermentar cereais é preciso demolhá-los (em água sem cloro, pois este mata os microorganismos responsáveis pelo processo).

– As culturas de microorganismos necessárias para a fermentação existem naturalmente nos grãos.

 E agora vamos lá pôr a mão na massa para preparar Pão de trigo sarraceno e aveia!

Ingredientes:
– 200g trigo sarraceno
– 100g aveia em grão
– q.b. água
– 1 colher de café de sal
– q.b. sementes

Lavei e deixei de molho o trigo sarraceno e os grãos de aveia durante a noite (ou 12 horas). Escorri muito bem.
Bati no liquidificador com 200ml de água e sal (se a massa estiver demasiado dura, adicione um pouco mais de água).
Deixei fermentar durante 24h ( a temperatura ambiente estava entre 18 e 20 graus).
Pode-se fazer pão ou panquecas com esta massa.
Para preparar o pão: unta-se uma forma ou formas pequenas, com azeite (pode polvilhar com sementes de papoila ou de sésamo), deixa-se levedar mais 1 ou 2 horas e cozinha-se no forno a 180°, cerca de 20minutos. Este pão pode ficar frágil, deixe arrefecer um pouco na forma antes de retirar.

Notas:
🥞 Para preparar panquecas: volte a bater juntando mais água para que a massa fique com a consistência certa. Cozinhe porções numa frigideira antiaderente.

Pode utilizar apenas trigo sarraceno, ou pode substituir a aveia por outros cereais em grão ou quinoa.

Também podem ver a receita na NiT, clicando AQUI.

Os legumes não são só para a sopa. A prova disso é este crepe, que proponho para o vosso pequeno almoço.

Vejam o vídeo completo clicando AQUI. Mais uma deliciosa proposta do Canal Nutrição com Coração do Jornal de Notícias.

Crepe de beterraba com queijo fresco (1 pessoa)

  • 1/2 chávena de beterraba cortada em cubos
  • 1 ovo
  • 4 colheres de sopa de farinha de aveia
  • 1 pitada de noz moscada
  • q.b. água
  • 3/4 chávena espinafres cozidos
  • 1/2 queijo fresco
  • 1 colher de sobremesa de sementes de chia
  • q.b. miolo de noz

Para preparar a massa do crepe bati a beterraba com o ovo até obter uma mistura homogénea. Envolvi a farinha e a noz moscada (ajuste a consistência com água, se for necessário) e cozinhei a massa, de ambos os lados, numa frigideira antiaderente.

O recheio é simples: esmaguei o queijo fresco com um garfo e misturei-o com as sementes de chia. Distribuí o queijo por cima do crepe, polvilhei com miolo de noz picado e coloquei por cima os espinafres (que tinha cozido previamente e escorrido muito bem).

Boooooooooom dia, gente boa!

Depois da conversa com a Cuca acerca do prazer de comer, do quanto é necessário que a comida nos traga sensações boas e que o acto de comer não se torne um amontoado de regras ou de liberdade total… Nesse equilíbrio preparei um bolo que uso como merenda, com queijo fresco. Tem curgete, iogurte, fruta, manteiga de amêndoa, aveia e uma série de ingredientes bons. Não adicionei açúcar, claro. Sabem que gosto de açúcar com a própria fruta.

Então aqui fica a receita do BOLO MARAVILHA

Ingredientes:

 1 pera grande – podem usar outra fruta

 q.b. sumo de limão

 2 ovos

 75g stevia (ou a gosto)

 1/2 iogurte natural

 1/2 colher de chá de fermento

 100g farinha de aveia

 1 colher de sobremesa de manteiga de amêndoa

 60g puré de curgete

 q.b. canela em pó

 q.b. miolo de amêndoa

Programei o forno a 175 graus.
Pesei 60g de curgete descascada e transformei-a em puré com uma varinha mágica.
Lavei a pera que descasquei parcialmente, cortei em pedaços pequenos e envolvi em sumo de limão, para não oxidar.
Bati os ovos com a stevia, adicionei o iogurte, a manteiga de amêndoa, o puré de curgete, um pouco de canela, a farinha e, por fim, o fermento.
Transferi o preparado para uma forma forrada com papel vegetal. Distribuí os pedaços de pera por cima e polvilhei com miolo de amêndoa laminado e canela em pé.
Levei ao forno cerca de 45 minutos (ou até o palito sair limpo).
Deixar arrefecer 10 minutos antes de desenformar.

Bom dia!

Durante o confinamento preparei duas bebidas quentes para o Canal Nutrição com Coração️ do Jornal de Noticias . São sugestões para desfrutar durante os dias mais frios de inverno, direcionando a nossa atenção para a importância da hidratação. Muita água e porque não, também, umas alternativas bem quentinhas?

Sugiro que vejam o vídeo de preparação no Canal – o link aqui:

https://www.jn.pt/artes/especial/videos/bebidas-quentes-para-garantir-a-hidratacao-no-inverno-13278511.htmlSão a proposta do Canal Nutrição com Coração do Jornal de Notícias. Podem assistir ao vídeo completo AQUI.


Cacau quente

1 colher de sopa de cacau em pó

1 colher de sopa de chocolate 

70% cacau picado

1 pitada de pimenta de caiena

1 colher de café de canela em pó

200ml bebida vegetal de sabor a coco

1/2 chávena de leite de coco


Colocar num fervedor a bebida vegetal com o cacau, a caiena, a canela e aquecer até levantar fervura. Nesse momento, envolve-se o chocolate. Mexer bem até que derreta por completo. Bater o leite de coco com a batedeira até ficar consistente.Servir quente com um pouco de leite de coco batido e cacau em pó.

Chai latte

250ml água

1 ou 2 rodelas de gengibre

q.b. bebida de soja

2 a 3 cardamomo

1 pau de canela

1 ou 2 cravinhos (opcional)

1 saqueta de chá preto- stevia (opcional)


Preparar uma infusão com a saqueta de chá, o pau de canela ,o  cardamomo, o cravinho e o  gengibre. Passados 10 min, coar e servir com leite ou bebida vegetal.

Vamos lá confessar! No confinamento temos tido a tendência a petiscar, ceeeeeeerto? E a procurar chocolate, muitas vezes, ceeeeeeerto?

Antes de mais o chocolate proporciona prazer sensorial, depois, tem triptofano (um aminoácido – unidade estrutural da proteína), um percursor de serotonina, um neurotransmissor associado ao bem-estar.

Assim, é natural que em alturas de maior preocupação o procuremos como “compensação”.

Não devemos descurar a saúde mental principalmente nestes tempos de incerteza global. Relaxem, não faz mal nenhum relaxarmos no sofá e comermos um quadrado de chocolate ou um miminho com sabor a chocolate.

Tudo com conta, peso e medida. Acima de tudo o equilíbrio!

Neste contexto, deixo-vos a receita do meu lanchinho de hoje!

Ingredientes (2 taças)

– 25g tapioca granulada
– 80 ml água fria
– 150 ml bebida de coco
– q.b. cardamomo (ou 1 pau de canela)
– q.b. stevia
– 30g chocolate + 70% cacau de chocolate Jubileu

Comecei por hidratar a tapioca na água durante 1 hora. Num tacho coloquei a bebida vegetal, o cardamomo e, em lume baixo, adicionei a tapioca hidratada mexendo sempre, até obter a consistência desejada. Rejeitei o cardamomo e envolvi o chocolate (prove e, se achar necessário adoce com stevia).
Saboreei morno mas podem deixar arrefecer.

Heeeeeeeei! Como estão, pessoas lindas? 🥰🥰

Sabiam que conseguimos preparar um pudim verdadeiro – com a consistência mesmo mesmo de um pudim – apenas com banana, água e cacau?

Podem acreditar, eu vi com os meus olhos! 

Se vos deixo a receita?
Claaaaaaaaaaaro!

——— Pudim de banana e cacau ———

 1 banana

 1 chávena de água

 2 colheres de sopa de cacau em pó

Esmaguei a banana, envolvi o cacau e a água (pode bater tudo num liquidificador).
Transferi para um tacho e levei ao lume até ferver.
Pode saborear morno ou frio, polvilhando com lascas de coco e cacau em pó.

Vão ver com os vossos olhinhos?