Category

Peixe

Category

Como estão hoje, meus amores? Depois dos mimos do Mel e de finalmente ter conseguido despertar toda a família Bravo, passei o dia entre consultas, a Cozinha com Coração

e só agora voltei aos mimos. A inspiração que o amor traz levou-me hoje a preparar um BACALHAU CREMOSO que vocês vão querer experimentar! Usei os melhores ingredientes: além do tentador Bacalhau Riberalves , o nosso precioso azeite, os indispensáveis alho, cenoura, couve flor e ervilhas. Ainda faltam a aveia, a bebida vegetal e o toque aromático da noz moscada. 
Agora é só ver a receita, depois seguir para a cozinha e preparar cada passo com amor. Os aromas vão ajudar! Não se esqueçam de pôr aquela música de que gostam e aproveitem para relaxar.

Ingredientes (2 pessoas)

1 lombo de bacalhau Riberalves

1 colher de sopa de azeite

1 dente de alho

1 cenoura ralada

1 chávena de couve flor em pedaços

1 chávena de ervilhas

220ml de leite (ou bebida vegetal)

3 colheres de sopa de farinha de aveia

q.b. noz moscada

Preparação
Descongelei o lombo de bacalhau Riberalves, retirei a pele e as espinhas e lasquei-o. Coloquei o azeite num wok , o alho picado, a couve flor e a cenoura. Deixei cozinhar alguns minutos em lume brando e adicionei as ervilhas e o bacalhau. Cozinhou a gosto e reservei.

Programei o forno a 180 graus. Coloquei num tacho o leite, a farinha e a noz moscada. Aqueci e mexi até ficar cremoso. Transferi o preparado de bacalhau para um recipiente , por cima dispus o creme. Foi ao forno cerca de 30 minutos (ou até cozinhar e ficar dourado).

Já vos tinha dito que o bacalhau sabe tão bem que não precisa de máscaras. Deixo-vos mais uma receita com poucos ingredientes: tomate, louro e azeite. O bacalhau à moda da mãe Bravo vai sair! Podem acompanhar com batatas a murro, cozidas ou puré de batata doce ou quinoa, misturado num arroz colorido… É um preparado muito versátil.

Ingredientes (1 pessoa)

1/2 lombo de bacalhau Riberalves

1 colher de sobremesa de azeite

1 dente de alho (opcional)

1 folha de louro

1 tomate

Preparação
Depois de descongelar o bacalhau, retirei a pele e as espinhas e lasquei-o. Num wok coloquei o azeite e o alho picado. Deixei aquecer em lume brando e adicionei o louro e o tomate que cortei em meias luas. Logo de seguida juntei o bacalhau e depois de cozinhar a gosto é só saborear.

Mais um jantar quentinho, de mimo e aconchego, com um prato preparado com com a arte que só quem ama tem. Não se aprende, sente-se e transmite-se. Bacalhau com puré de cenoura e grão crocante é o nome que lhe dei. O namoro começa quando olhamos para ele, num jogo de cores lindo e depois, na boca mesclam-se texturas e sabores…

Ingredientes (2 pessoas)

1 lombo de bacalhau Riberalves

2 colher de chá de azeite

1 dente de alho picado

1 cenoura grande

4 colheres de sopa de grão-de-bico cozido

1/2 colher de chá de curcuma

1/2 colher de chá de paprika

1 colher de sopa de salsa picada

2 colheres de chá de sementes de cânhamo

1 colher de sopa de flocos de milho

Preparação

Descongelei o lombo de bacalhau. Temperei-o com alho picado e grelhei-o. Envolvi o grão-de-bico com uma colher de chá de azeite, as sementes de cânhamo, a curcuma e a paprika. Dispus num tabuleiro forrado com papel vegetal e levei ao forno a 180 graus por cerca de 30 minutos (ou até cozinhar e ficar crocante). Um pouco antes do bacalhau estar no ponto, salpiquei-o com uma mistura de flocos, salsa e uma colher de chá de azeite. Cozinhou mais alguns minutos. Entretanto, cozi a cenoura e transformei-a em puré. Servi o bacalhau com o puré e o grão-de-bico.

Hoje presenteio-vos com uma pavlova de bacalhau Riberalves leve e despertadora de sentidos! 


Ingredientes (1 pessoa)

1/2 lombo de bacalhau 

1 clara (L)

1/2 c. café de spirulina

1 c. sobremesa sumo de limão

1 c. sobremesa amido de milho

1 tomate

1/2 cebola

1 c. sopa azeite

1 dente de alho

1 folha de louro


E vamos lá!

Descongelei o bacalhau, retirei facilmente a pele e as espinhas e lasquei-o. Bati a clara até ficar firme adicionando o amido de milho, o sumo de limão e a spirulina. Coloquei num tabuleiro forrado com papel vegetal e coloquei no forno que estava pré-aquecido a 180°. Após 5 minutos baixei a temperatura para os 140° e deixei cozinhar mais 45 minutos. Desliguei mas deixei arrefecer no forno.Num tacho deitei o azeite, a folha de louro, o alho e a cebola picados. Mantendo em lume brando, juntei o tomate e o bacalhau. Deixei cozinhar e então servi com a pavlova.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Hoje preparei mais um prato de Bacalhau Riberalves que resumo numa palavra: aconchego! As sombras do dia de hoje não ajudam a tirar uma boa foto, mas já me comprometi a e evitar grandes edições e por isso aqui fica. 
A receita tornou-se bem mais simples porque o bacalhau estava pronto a usar. É verdade, não precisam de demolhar, para quê ter tanto trabalho? Tantas vezes há a falsa crença que o bacalhau demolhado em casa é melhor, não é real. A demolha industrial não torna o produto mais processado, na verdade ela é feita de forma mais rigorosa, inclusive mais rigorosa do que faríamos em casa porque a temperatura da água é controlada constantemente (sempre água fria) e é mudada regularmente, sem falhas.
E depois de mais uma dica, deixo-vos a receita: 


Rolo de bacalhau (2 pessoas)
• 2 c. sopa farinha de trigo integral

• 1 c. café fermento

• 2 ovos

• 1/2 chávena de leite sem lactose

• 1 cebola

• 2 dentes de alho

• 1 folha de louro

• q.b. malagueta

• 1 c. sopa azeite

• 1 lombo de bacalhau

• q.b. noz moscada• q.b. salsa picada

• q.b. salada

Preparação

Descongelei o bacalhau.
Numa tigela misturei a farinha com o fermento, as gemas e o leite. Então envolvi as claras batidas em castelo e levei o preparado ao forno, num tabuleiro forrado com papel vegetal. Cozinhou cerca de 20 minutos a 180 graus. Num tacho coloquei o azeite, a cebola, o alho e a malagueta picados. Levei ao lume juntando ainda uma folha de louro. Entretanto lasquei o bacalhau, já limpo de pele e espinhas, adicionando-o ao tacho mal a cebola ficou translúcida. Mantive sempre em lume brando. Temperei com noz moscada e reservei. Transferi a massa para um pano de cozinha limpo, dispus a mistura de bacalhau por cima e polvilhei com salsa picada. Enrolei e servi com salada a gosto.

Adoro waffles! Aposto que vocês também. Já sabem que gosto de fazer malabarismos na Cozinha com ❤, sobretudo com combinações improváveis. Foi num desses momentos de inspiração e magia que criei este WAFFLE DE Bacalhau Riberalves que nos namora e tenta com determinação. Vá, digam a sério, já o provavam…

Ingredientes (1pessoa)
1 ovo
50 ml leite (sem lactose ou bebida vegetal, se for o caso)
3 colheres de sopa de farinha de milho (ou outra)
1/2 lombo de bacalhau
1 folha de louro
1 dente de alho
1/2 cebola
q.b. piri-piri (opcional)
1 colher de sopa de cebola roxa picada
1 colher de sopa de pimento verde picado
2 colheres de sopa de tomate picado
2 colheres de sobremesa de azeite
q.b. salsa
q.b. sementes de girassol
Preparação
Descongelei o bacalhau, retirei pele e espinhas e desfiei-o.
Num tacho deitei uma colher de sobremesa de azeite, a folha de louro, o alho picado e a cebola fatiada bem fina. Deixei cozinhar em lume brando, juntando piri-piri a gosto e, assim que a cebola estava bem cozinhada, o bacalhau desfiado. Cozinhou a gosto e deixei arrefecer (rejeitei a folha de louro).
Numa taça bati o ovo, juntei o leite e a farinha e envolvi a cebolada.
Cozinhei a massa (ou porções) numa máquina de fazer waffles (de acordo com as instruções). Mas, se não tiver, pode cozinhar de ambos os lados numa frigideira antiaderente.
Preparei o molho misturando numa taça uma colher de sobremesa de azeite com  a cebola roxa, o tomate e o pimento. Servi este molho por cima do waffle.
Polvilhei com salsa e sementes.