Com o Halloween a chegar, é claro que a Nutrição com Coração não esqueceu a abóbora e as receitinhas saudáveis e felizes com ela. Juntámo-nos ao Bio & Natural e o resultado foi lindo e delicioso: 2 tartes diferentes, uma doce e uma salgada. Com abóbora, claro! 
Vamos falar sobre este hortícola? Existem vários tipos de abóbora, com sabores e texturas ligeiramente diferentes, todos com grande riqueza nutricional. Tudo nela é comestível, desde a casca às sementes, igualmente ricas. Vitaminas e minerais são um mundo neste, como em tantos outros hortícolas. A abóbora tampem é rica em carotenos, poderosos antioxidantes e ainda noutros, como a luteína e zeaxantina, que ajudam a prevenir problemas relacionados com a visão. E para quem se preocupa com o seu açúcar: pode ficar descansado, não é necessário.


Vamos saborear uma boa tarte de abóbora?

Pode encontrar todos os itens necessários para estas receitas, AQUI.

Tartes de abóbora (4 unidades pequenas)

300g abóbora manteiga (ou outra a gosto)

2 paus de canela

1 casca de limão

q.b. stevia

1 colher de sopa de farinha de milho

q.b. miolo de noz

2 ovos

1 colher de sopa de quark

q.b. tomilho

2 colheres de sopa de ervilhas

2 colheres de sopa de espargos em pedaços

1 chávena de cogumelos em pedaços

1 colher de sopa de cebola roxa picada

1 colher de sobremesa de azeite

3 colheres de sopa de azeite

2 chávenas de farinha espelta

1/2 chávena de água

q.b. queijo parmesão ralado

q.b. canela em pó

q.b. miolo de noz

Preparação

Cortei a abóbora em cubos pequenos. Dividi em duas partes iguais. (As sementes podem ser limpas e tostadas no forno, são um excelente snack). Num tacho deitei 1 colher de sobremesa de azeite, a cebola roxa, os espargos, os cogumelos, as ervilhas e tomilho a gosto. Deixei cozinhar em lume brando, até a maioria do líquido formado evaporar. Noutro tacho coloquei a restante abóbora com os paus de canela, a casca de limão e levei ao lume. Adocei com stevia a gosto e, sempre que necessário, adicionei bebida de aveia, para que a abóbora cozinhasse a gosto. Entretanto, numa taça misturei a farinha com o restante azeite e água (a massa fica maleável, pode acertar com mais água ou farinha). Programei o forno nos 190 graus. Forrei 4 forminhas com a massa. Recheei com os recheios doce e salgado.Por cima das duas de recheio salgado verti um ovo batido com quark e polvilhei com queijo parmesão ralado. E, por cima da de recheio doce, um ovo batido com farinha de milho, canela e nozes a gosto.Foram ao forno onde cozinharam até dourar (cerca de 35 minutos).

Ana Bravo
Author

Nutricionista: amante do tipo de cozinha que procura aliar saúde aos melhores sabores; Mulher: apaixonada pela verdadeira beleza das coisas mais simples; Objectivo: ser feliz na medida do possível, gostar de mim todos os dias e ajudar quem me segue, nesse mesmo caminho.

Write A Comment