Aqui fica esta receita com inspiração no Oriente Médio, geralmente é frito. Este foi ao forno num tabuleiro e é de bacalhau!

Provem porque é realmente delicioso…

Aqui fica a receita.

Quibe de bacalhau (3 pessoas) 

150g de trigo para quibe

200g bacalhau desfiado da Riberalves

1 cebola pequena picada

1 tomate pequeno picado

2 colheres de sopa de salsa picada

1/2 colher de café de caiena (opcional)

1 colher de chá de curcuma

Descongelei o bacalhau e demolhei o milho para quibe durante 30 minutos.

Programei o forno a 180 graus.

Processei o bacalhau juntamente com a cebola, o tomate, a caiena e a curcuma. Misturei com os restantes ingredientes, numa taça.

Transferi o preparado para uma forma untada com azeite. Levei ao forno tapado com papel vegetal cerca de 20 minutos, tirei o papel e deixei cozinhar até dourar (cerca de mais 15 minutos)Pode servir morno ou frio.

Quem desse lado não gosta de petiscar? De ir trincando, tantas vezes perdendo a noção da quantidade que comemos… Mas temporariamente alegres pelo momento de prazer que nos proporciona.

Será possível petiscar “sem culpa, com sabor”? Claro que sim!

Temos outras opções, que imediatamente reconhecemos como menos calóricas e cheias de vitaminas, minerais, fibra, bastante água, tais como tiras de cenoura, de beterraba, de pepino… Também é agradável juntar uma colher de chá de azeite a 1 iogurte natural magro, mais umas ervas aromáticas ao gosto de cada um e servir de topping para os palitos de legumes.

Sem mais demoras e sem me dispersar mais -sou perita nisso! – hoje vamos falar de 3 petiscos dos mais típicos: TREMOÇOS, AZEITONAS E AMENDOINS.

Os valores nutricionais que vos apresento na imagem são por 50g, a quantidade que está em cada um dos 3 pratos. Percebemos que os amendoins são os que têm maior quantidade de gordura e também de proteína, pelo que têm também maior valor calórico. Dos 3 petiscos apresentados são os tremoços os menos calóricos, com uma boa quantidade de proteína e “no meio” estão as azeitonas.

Os tremoços aliam esse mais baixo valor calórico a uma quantidade interessante de proteína, o que os torna bastante saciantes.

Nenhum é melhor que o outro, até porque são alimentos diferentes: os tremoços fazem parte do grupo das leguminosas, os amendoins são oleaginosos e tal como as azeitonas entrariam no grupo das “gorduras” na Roda dos Alimentos.

Com conta, peso e medida.
Com equilíbrio.
Variando.
E assim podemos, de vez em quando petiscar!